As Câmaras Municipais de Vereadores de Sergipe vem dando o que falar na imprensa e na sociedade, essa, a parte mais interessada, já nas primeiras sessões do ano de 2017 e até mesmo antes do inicio oficial das sessões legislativas.

Em Cristinápolis, município no extremo sul de Sergipe a Sessão que deveria inaugurar oficialmente o ano legislativo de 2017 foi transferido do dia 15/02 como manda o regimento interno para o dia 21/02. O motivo é a ausência do prefeito para fazer a abertura, como explica a presidência da casa em nota.

“Caros colegas devido a ausência do excelentíssimo prefeito e o vice-presidente da câmara estarem ausentes a sessão solene de abertura do legislativo será realizada na terça feira dia 21 do corrente mês. Desde já agradecemos a compreensão.”                       

Mesmo sem sessões ordinárias, a Câmara de Vereadores já votou e aprovaram vários projetos de lei, leis complementares, emendas e resoluções, todas em sessões extraordinárias.

Foi uma única resolução, apreciada, votada e reprovada que gerou grande discussão entre os pares. O Jovem Vereador Icaro Hora posicionou-se imediatamente contrário ao Projeto de Resolução nº. 001/2017 que alteraria a redação do artigo 129 do capítulo III. O projeto tratava da mudança do horário das sessões ordinárias com a resolução, as sessões acontecem todas as Terças-feiras , a partir das 09h passariam para as 19h.

Icaro Hora votou contra o projeto de resolução alegando que nos dias atuais a população já podem acompanhas as sessões pela transmissão ao vivo na internet. Icaro alertou também para a falta de segurança o que poderia colocar em risco a vida dos cidadãos e dos vereadores que teriam de estar a noite circulando nas ruas da cidade.

O projeto foi reprovado por maioria dos vereadores presentes.