Muita tristeza e o sentimento de revolta tomou conta de familiares e amigos na manhã desta sexta-feira (08) durante o velório da jovem Daiane Souza Brandão Brito, de 21 anos, encontrada morta com requinte de crueldade em sua residência no final da tarde de ontem, quinta-feira, no conjunto Marcos Freire III no município de Nossa Senhora do Socorro, na grande Aracaju.

Dezenas de familiares e amigos estiveram no velório de na manhã desta sexta-feira e choravam a dor inexplicável de terem perdido uma filha, uma amiga de maneira tão brutal e até o momento sem sentido. Um dos amigos da jovem que não quis se identificar falou sobre o crime e disse que “tudo ali foi um absurdo, foi um crime com requintes de crueldade, estão todos muito abalados”. Os familiares em choque preferiram não falar sobre o fato.

Muitos policiais estiveram no local do velório em apoio ao pai da jovem que é cabo da Polícia Militar de Sergipe.

O crime

Daiane Souza Brandão Brito, 21 anos, natural de Penedo/AL, na divisa com Sergipe, foi encontrada morta no final da tarde desta quinta-feira, 07 de julho, dentro de uma residência localizada no Conjunto Marcos Freire III, em Nossa Senhora do Socorro, município localizado na região metropolitana de Aracaju-SE.

Ainda segundo a polícia, a jovem foi encontrada amarrada por uma corda e com vários ferimentos pelo corpo, inclusive com um corte profundo na região do pescoço. O crime causou revolta na população do município que não consegue entender o porquê de tamanha violência contra uma pessoa indefesa e sem maldade.

Ainda não há informações sobre um possível culpado nem sobre uma provável causa para este crime horrendo.

Daiane era casada e deixa ainda uma filha de 3 anos. O corpo será enterrado em um cemitério no município de Penedo em Alagoas.

O caso será investigado pela Polícia Civil de Sergipe.