Já era por volta das 22h40 quando o palco do circo Tropical Armado na Rua Santos em Umbaúba recebeu Marcelino Leite, 50 anos. Com muita graça, principalmente, pela sua figura hilária, o pequeno humorista, nordestino da cidade de Marechal Deodoro-AL, encantou a crianças, adultos e idosos que lotaram a casa de cultura e espetáculo.

Falando assim é bem capaz de que vocês que estejam a ler este texto nem saibam de que estamos falando, mas ao ouvirem (neste caso lerem) seu nome artístico, logo vocês ligarão o nome a pessoa. Faxinildo, aquele mesmo do programa do Ratinho.

FAXINILDO (MARCELINO LEITE) E R. LIMA
FAXINILDO (MARCELINO LEITE) E R. LIMA

Com sua indumentária vermelha e preta e seus cabelos sempre no gel, aquele pequeno notável faz todos rir no simples gesto de andar. Sem aquela indumentária, um homem simples e comum aos olhos de pessoas que ele nunca viu e que nunca puderam (até agora) ver sua real identidade tão engraçada quanto o personagem que ele sustenta no palco.

Após o espetáculo que terminou as 23h40, de forma muito atenciosa ele parou para atender ao público que gritava seu nome enquanto tiravam fotos com o humorista, artista de TV e palhaço por natureza.

“No picadeiro, o homem por traz da maquiagem (ainda travestido) agradeceu ao publico presente dizendo-se muito feliz por poder participar da alegria do povo. Eu como muitos humoristas sou bem antes um palhaço, pois nasci no circo e depois fui para a TV. Sei o quanto é difícil para os telespectadores ver o artista na televisão e ficar na vontade de um dia estar com ele bem de perto. É por isso que eu me sinto muito orgulhoso e gratificado por poder estar aqui no circo onde nasci e poder trazer o artista até o público e por isso agradeço muito. Muito obrigado a todos vocês por estarem aqui hoje me recebendo tão bem”, disse ele.

Na cabeça dos adultos ficarão as piadas contadas, as risadas dadas. Na mente das crianças, que puderam vê-lo e tocá-lo de perto fica a lembrança deste dia feliz.