Dos 256 candidatos registrados em Sergipe para participar da disputa eleitoral deste ano, 26 são milionários, de acordo com as declarações apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral. Apenas um deles é candidato a governador. É o empresário Betinho, do PTN, que declarou bens que somam R$ 1,3 milhão. Entre os candidatos ao Senado, apenas a senadora Maria do Carmo (DEM) e seu primeiro suplente, Ricardo Franco (PTB), declararam possuir patrimônio que supera R$ 1 milhão. No caso dela, os bens somam R$ 2,4 milhões. Já ele declarou R$ 214 milhões em bens.

CANDIDATOS
FOTO: BRASIL 247

Entre os postulantes a deputado federal, oito candidatos apresentaram declarações milionárias. Raimundo Guimarães, o Peixe, do PPS, possui a maior declaração neste grupo: R$ 2,2 milhões. Aparecem na lista o vereador Emerson Ferreira (PT), com renda de R$ 1,07 milhão; o empresário Adierson Monteiro (PSDB) com R$ 1,4 milhão; o ex-superintendente de Transporte e Trânsito da capital, Antônio Samarone, com bens que somam R$ 1,4 milhão; o ex-deputado Bosco Costa (PROS), com patrimônio declarado de R$ 1,5 milhão; Lauro Rocha (PSDB), com bens que somam mais de R$ 1 milhão e o ex-secretário da Fazenda da capital, Nilson Lima (PPS), com R$ 1,2 milhão. Dos atuais parlamentares federais, somente Laércio Oliveira (SDD) aparece na lista, com patrimônio declarado de R$ 1,1 milhão.

Já entre os candidatos a deputado estadual, oito políticos que já exercem o mandato e disputarão a reeleição apresentaram declarações de bens que superam R$ 1 milhão. São eles: Francisco Gualberto (PT) – R$ 1,2 milhão; Gilson Andrade (PTC) – R$ 2,1 milhão; Zezinho Guimarães (PMDB) – R$ 1,2 mi; Goretti Reis (DEM) – R$ 1 milhão; Luiz Mitidieri (PSD) – R$ 4 milhões; Garibalde Mendonça (PMDB) – R$ 2,2 milhões; Paulinho da Varzinhas (PT do B) – R$ 1,5 milhão, e Zeca da Silva (PSC) – R$ 3 milhões.

Outros candidatos com patrimônio superior a R$ 1 milhão que disputarão um mandato de deputado estadual são Edmilson Batista Barros, o “Coronel Barros”, do PTC – R$ 1,3 milhão; Edney Caetano (PSB) – R$ 1,8 milhão; Fernando Medau (PSDB) – R$ 1,5 milhão; o deputado federal Almeida Lima (PMDB) – R$ 1,9 milhão; o ex-superintendente da Caixa, Luciano Pimentel (PSB) – R$ 1,4 milhão; o ex-conselheiro Reinaldo Moura (PSC) – R$ 2 milhões, e Vanderbal Marinho (PTC) – R$ 1,7 milhão.

A soma de toda a riqueza declarada de apenas esses 26 candidatos soma o montante de R$ 259 milhões.

INFO: Valter Lima, do Sergipe 247