Nunca se conhecerá o mínimo suficiente da politica a menos que se viva ela em sua forma integral nos bastidores. Isso é preciso ser dito para contrastar com o discurso proferido pelo senador da republica por Sergipe, Antônio Carlos Valadares durante a votação do Impeachment da Presidenta cassada Dilma Rousseff.

No discurso de ontem, quarta-feira (31), onde o senador tratou de acusa-la dos supostos, até então, supostos crimes a ela imputados, foi possível notar a imensa diferença de quando, em 2013, onde senador de Sergipe, Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), elogiou o Partido dos Trabalhadores (PT) e ressaltou os avanços nos governos de Lula e Dilma. Parece mentira, mas não é. Temos que concordar que é muito difícil entender a política.

O senador votou na tarde desta quarta-feira (31/08), pela cassação do mandato de Dilma Rousseff (PT). Com 61 votos favoráveis e 20 contrários, Dilma perdeu o mandato e o presidente interino Michel Temer assumiu definitivamente.

As declarações do senador foram dadas num debate que dominou grande parte dos discursos em Plenário no dia 20 de fevereiro de 2013, sobre os mandatos do PT na Presidência da República. Ele criticou os governos anteriores, do PSDB, e ressaltou os avanços alcançados nos governos de Lula e Dilma.

Valadares acusou ainda o PSDB de vender a Vale “a preço de banana”. Ele terminou o pronunciamento com a afirmação de que os governos do PT “edificaram a história do Brasil” e se voltaram essencialmente para o social e à valorização da democracia.

– Agora, eu quero que apontem alguma privatização que foi feita no governo da presidenta Dilma ou no governo do presidente Lula, que tenha causado tanto comentário como causou na época.

Votação – 2016

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) disse que o exercício abusivo do poder pela ex-presidente Dilma Rousseff ficou demonstrado. Ele citou ilegalidades em contas públicas. E afirmou que não resta dúvida que Dilma agiu com abuso de poder político e violou a Lei Orçamentária.