Ouvir com webReader

O jornal Folha de São Paulo publicou na semana passada (26/09) uma matéria que retrata o baixo nível do ensino público no Brasil, no qual apresenta uma disparidade na qualidade da educação entre as regiões do país.

Dos 27, Estado brasileiros, Sergipe é o terceiro no território nacional com baixo nível de leitura de alunos de 8 anos (3º ano do ensino fundamental) na rede pública, de acordo com os dados da primeira avaliação nacional da alfabetização promovido no Brasil.

educação

A prova aconteceu no final de 2013, e o exame avaliou o desempenho de cerca de 2,3 milhões de estudantes em todo o país em português e matemática e a avaliação mediu a aprendizagem numa escala em quatro níveis.

Em 22 Estados, incluindo Sergipe, mais da metade dos alunos no quesito leitura ficaram nos dois níveis mais baixos. Já em conhecimentos matemáticos, Sergipe aparece entre as 20 unidades da federação, onde os alunos não conseguem analisar informações em gráfico de barras ou resolver problemas de subtração com número de até dois algarismos.

Ainda de acordo com a avaliação, os níveis mais baixos (1 e 2) mostra um desempenho ruim da educação em Sergipe, cujo percentual de alunos nos dois níveis citados no tocante a leitura é de 80,65 %, na escrita com 59,54 % e em matemática 79,58%, considerados de baixo nível.

(Imagem: Jornal Folha de São Paulo)

As escolas já receberam os dados da avaliação via sistema on-line, como também informações sobre o perfil de seu corpo docente e o nível socioeconômico dos alunos, com base na escolaridade e posse de bens e serviços.

Para o INEP, o 3º ano do ensino fundamental é a fase final do Ciclo de Alfabetização e os resultados obtidos com a avaliação reforça a meta do governo no contexto de atenção voltada à alfabetização prevista no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), criado em julho de 2012, como forma de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até a conclusão do referido ciclo.

Redação Itnet.