Problemas existem para serem solucionados, mas parece que em Umbaúba a coisa é ao contrario e os problemas existem apenas para crescer. Pelo menos é o que parece acontecer com o problema das águas das chuvas.

Neste final de semana as chuvas de outono (que aqui no nordeste tem cara de verão no inicio e de inverno no final) chegaram com forca no município e como acontece desde sempre, as ruas ficam alagadas e imóveis foram invadidos.

Este problema tem maior acentuação em um trecho especifico da cidade que concentra a captação de quase toda a água pluvial (e também de esgoto) que escorrem pelas vias públicas, no trecho do encontro entra a Avenida Benjamin Constant com Rua Camerino. Neste local a concentração de águas é muito forte e chega a subir até 1 metro invadindo casas, lojas e garagens.

Assim aconteceu na tarde de ontem, domingo, (02) quando as chuvas que começaram por volta das 13h e alagaram de lojas de moveis a casas de material de construção danificando móveis em estoque e cimento. Após as chuvas o que se via era os comerciantes retirando a água para salvar o que foi molhado.

O problema é antigo perpassando de governo a governo e nada sendo feito como se não houvesse solução viável para esta problemática.

Enquanto o inverno ainda não chegou, com as chuvas de outono os prejuízos aos comerciantes principalmente, também aumentam, o problema só cresce e a solução parece tardar cada dia mais restando só a esperança de que, quando ela chegar pelo menos não falhe.