Em assembleia unificada ocorrida nesta terça-feira, 6, no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, em Aracaju, os professores das rede municipais e estadual deliberam por greve geral. Os educadores da rede pública de Sergipe irão parar suas atividades por dois dias, 21 e 22 de setembro.

No dia 21 de setembro serão realizados atos regionais nos maiores municípios do estado. Já no dia 22 de setembro os professores irão se somar a Greve Nacional dos Trabalhadores, em grande ato que acontece em Aracaju, às 14h, com concentração na Praça da Bandeira, indo em direção a Praça Fausto Cardoso.

A greve geral dos professores é fruto do descaso e dos desmandos cometidos pelos governos municipais e estadual contra a educação e os direitos dos professores.