[dropcap]A[/dropcap] prefeitura municipal de Umbaúba começou nessa sexta-feira, 19/09 a executar o pagamento dos salários dos servidores públicos do município. Os soldos estão em atraso a 75 dias, segundo a gestão, a espera da aprovação de projeto de remanejamento.

UMBAÚBA
(CLICK AQUI E LEIS O DECRETO EMERGENCIAL NA INTEGRA)

O envio das folhas que autorizam o pagamento dos funcionários públicos de umbaúba aconteceu no dia de ontem, quinta-feira, 18/09 e na manhã dessa sexta-feira, 19/09, os servidores efetivos já começaram a receber seus salários que estavam atrasados a mais de 02 meses e meio. O pagamento foi recebido com grande alivio por todos que o esperavam a tanto tempo.

O pagamento esta sendo feito através de decreto de emergência sancionado pela gestão municipal na data de 17/09. O decreto que instaura estado de emergência pelo período de 01 mês, baseia-se na Lei Orgânica do Município, na Lei Complementar Federal nº 101/2000 e na Constituição Federal que em seus artigos e incisos devidamente citados no decreto, visa fazer com que o sistema público do município não venha a para de vez causando assim problemas econômicos, de saúde pública e social irreparável, diz o decreto.

Nessa sexta-feira, apenas os funcionários efetivos estarão com seus pagamentos liberados para saque em suas contas bancárias. Ainda no dia de hoje, as folhas que autorizam o pagamento dos cargos comissionados e contratados estarão sendo enviadas aos bancos para que sejam feitas as devidas liberações. Os pagamentos dos contratados e comissionados deverão estar liberados para saque no dia seguinte ao envio das folhas.

Neste primeiro momento será feito apenas o pagamento dos salários referentes ao mês de julho de 2014 e os soldos referentes ao mês de agosto de 2014 estarão sendo pagos a partir da próxima semana. Essa medida de pagamento em duas etapas foi adotada devido aos critérios das agencias bancários que visaram evitar um colapso financeiro visto que no final de semana não há como reabastecer as mesmas, informou a secretaria de finanças do município.