Após uma sessão que durou cerca de 20 horas, a presidente da república do Brasil, Dilma Rousseff foi afastada da presidência. O afastamento é parte do processo de impeachment movido contra a presidente por crime de responsabilidade por suposta abertura de crédito suplementar sem a devida aprovação do congresso.

Com a votação encerrada foi proclamado o resultado com 55 votos a favor e 22 contra o prosseguimento do processo de impeachment. Com essa de a partir dessa quinta-feira (12), a presidente passa a ser presidente afasta pelo prazo de 180 (6 meses) até que seja feita a sessão de cassação definitiva.

Durante o período afastada, a presidente manterá todas as prerrogativa do cargo segundo informou o presidente do senado ao proferir a sentença. Entre as prerrogativas estão o soldo mensal, moradia no palácio, servidores de gabinete, transporte aéreo, segurança e plano de saúde entre outros.

Ainda nesta quinta-feira haverá a cerimônia realizada de forma simples onde o vice-presidente Michel Temer será empossado como presidente em exercício do Brasil.