A noticia de que o delegado de Policia Civil Paulo Cristiano Alves Ricarte estaria deixando o Município de Umbaúba para assumir a delegacia Plantonista recém-implantada de Tobias Barreto pegou a população de surpresa e desagradou a grande maioria dos se sentiam bem mais seguros com ele a frente da Depol de Umbaúba.

Nas redes sociais o desagrado foi exposto, as vezes com conotações politicas como é o comum para a época.

Em um desabafo, uma moradora do município deu a entender que se tratasse de manobras politicas no seu ponto de vista. “É de estranhar que os últimos episódios no cenário da política umbaubense girem em torno de polêmica… É o caso dessa transferência repentina do homem que combateu a criminalidade restabelecendo o sossego às famílias de Umbaúba, e que se destacou na região sul de Sergipe reconhecidamente como profissional empenhado na qualidade de honrado Delegado de Polícia”, disse a moça.

“A remoção da equipe se deu por interesse da administração, não cabendo neste espaço ponderações a cerca da real motivação da transferência do delegado e da equipe”.

Ainda em sua rede social, ela continua dizendo que a transferência poderia estar ligada a visita do governador feita a dois dos três municípios de atuação do delegado (Umbaúba e Cristinápolis) feitos na sexta-feira passada, quando na oportunidade o Governador entregou de forma oficial a reforma de escolas estaduais. “É de se estranhar que a repentina visita do Governador do Estado ao município de Umbaúba nos surpreenda com essa manobra administrativa que enfraquece a segurança da população que depositou apoio e confiança na eficiência do Delegado de Polícia, mesmo diante do caos na segurança pública do Estado. O chefe de estado atende às necessidades da população de Umbaúba ou a “pedidos” de conhecidos aliados?!”, questiona a cidadã.

Em sua nota oficial a qual divulgamos no dia de ontem no Portal Alarde, o delegado deixou claro que a mudança dele era uma decisão da Administração (Cúpula da SSP/SE) sem deixar margens a especulações. “A remoção da equipe se deu por interesse da administração, não cabendo neste espaço ponderações a cerca da real motivação da transferência do delegado e da equipe”.

Na ultima segunda-feira (15), o jornalista Claudio Nunes que mantem um blog Portal Infonet escreve que “Em Umbaúba, PMDB pode perder porque delegado foi transferido”.

SAIBA MAIS:

DELEGADO PAULO CRISTIANO SE DESPEDE DE UMBAÚBA

Segundo o Jornalista, na última sexta-feira quando esteve em Umbaúba, o governador Jackson Barreto ouviu o apelo da população e de lideranças políticas para não transferir o delegado Paulo Cristiano. O jornalista continua dizendo que, Paulo atua (ou atuava) em Umbaúba e Cristinápolis e realmente é um daqueles que tem vocação para a profissão. No texto ele citou ainda que, o candidato do PMDB em Umbaúba, Humberto Maravilha, está preocupado porque a transferência pode derrotá-lo politicamente.

O texto no blog informa que, a transferência de Paulo Cristiano foi pedida pelo prefeito de Cristinápolis, padre Raimundo, por conta da apuração rigorosa do delegado no caso do incêndio de documentos na Câmara Municipal. Os envolvidos estão sendo processados, incluído e que isso poderia atrapalha a campanha onde, o padre que eleger a qualquer custo o pupilo de nome Sandro e pediu pessoalmente a saída do delegado.

Indagações a parte, o fato estaria consumado e até onde se sabe, sem retorno.