O ex-governador carioca Anthony Garotinho foi preso pela Polícia Federal da Delegacia de Campos dos Goytacazes, na manhã desta quarta-feira (16), em seu apartamento, no Flamengo, Rio de Janeiro.

Garotinho é investigado por compra de votos. Segundo informações preliminares da PF, a prisão seria resultado das investigações da Operação Chequinho, o uso do programa Cheque Cidadão, do município de Campos, para compra de votos.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira. Ao todo, foram cumpridos oito mandados de prisão temporária, oito de busca e apreensão e uma ordem de condução coercitiva. Os detidos estão sendo conduzidos ao sistema penitenciário de Campos.

Atualmente, Garotinho é secretário de Governo do município de Campos (RJ), onde a mulher dele, Rosinha Garotinho, é prefeita. Além de ex-governador, ele também foi deputado federal e prefeito de Campos.