A Polícia Civil de Sergipe, por meio do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE), com o apoio de agentes da Divisão de Inteligência (Dipol), desarticulou na madrugada do último sábado, 29, uma associação criminosa responsável pela prática de diversos roubos em Sergipe e outros estados. Entre os crimes, assaltos a grandes distribuidoras e postos de combustíveis.

Segundo o delegado André Davi, do COPE, o grupo já vinha sendo investigado desde fevereiro deste ano, em razão de roubos praticados contra uma distribuidora localizada na cidade de Boquim, ocorrido no dia 17; e em seguida a outra distribuidora, dessa vez em Propriá, no dia 03 de março. Além desses crimes, a polícia investigava a atuação do grupo em um assalto a um posto de combustível localizado no município de Rosário do Catete, ocorrido no dia 10 de abril.

Na noite da última sexta-feira, 28, os cinco integrantes do grupo, identificados como Adevaldo de Jesus Santos, 28 anos; Givaldo dos Santos, 35 anos; Janysson dos Santos Lima, 22 anos; Iago da Costa Santos, 23 anos; e Jean Carlos Nascimento da Graça, 28 anos; realizaram mais um assalto, dessa vez a uma distribuidora da Coca Cola localizada em Garanhus/PE, fazendo parte dos funcionários reféns. Os bandidos ainda trocaram tiros com a polícia local, mas acabaram fugindo levando malotes de dinheiro, além de um revólver e colete balístico.

De posse dessas informações, as equipes do COPE foram acionadas a fim de interceptar o grupo, que seguia em direção a Sergipe utilizando três veículos, sendo dois VW/ Golf e um VW/Gol, todos com placa de Sergipe. O quinteto foi localizado enquanto trafegava pelas proximidades da zona rural de Monte Alegre.

No momento da abordagem, os criminosos acabaram reagindo à ordem de prisão, deflagrando vários disparos contra os policiais. No confronto, o quinteto acabou atingido e encaminhado ao Hospital de Nossa Senhora da Glória, vindo depois a óbito. Com eles foram apreendidas cinco armas de fogo, sendo três pistolas, um revólver e uma escopeta; diversas munições; cinco aparelhos de telefone celular; dois coletes balísticos; além dos produtos do roubo praticado pelo grupo horas antes, em Pernambuco.

Ainda de acordo com o delegado André Davi, a polícia continua as investigações no sentido de apurar outros crimes praticados pela quadrilha não apenas em Sergipe, como no Nordeste.