a madrugada deste sábado (29), cinco pessoas morreram em confronto com a polícia na Zona Rural do município de Monte Alegre, Alto Sertão de Sergipe. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP, a ação aconteceu durante uma operação do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE) que desarticulou uma associação criminosa.

Segundo a polícia, o grupo praticava roubos e assaltos a grandes distribuidoras e postos de combustível em Sergipe e outros estados. Com os suspeitos foram apreendidos armas de fogo, farta munição e produtos de roubo. O material teria sido resultado de um assalto praticado horas antes na cidade de Garanhus (PE).

Os corpos foram levados para o Hospital Regional de Nossa Senhora da Glória e, segundo os funcionários, permaneciam até às 10h30 no necrotério, com várias marcas de tiros, a espera do Instituto Médico legal (IML) de Aracaju (SE).

Na terça-feira (2), o diretor do COPE, delegado Dernival Eloi, vai passar os detalhes da operação.

COPEMCAN

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) de Sergipe confirmou na manhã deste sábado (29) que um detento de 20 anos foi morto por outro colega de cela no Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão (SE).

Segundo a assessoria de comunicação, o crime aconteceu na tarde de sexta-feira (28) no horário de vista, na área de banho de sol do pavilhão cinco. Após uma discussão, o suspeito do crime usou um “chuncho” [arma artesanal feita pelos próprios detentos] para esfaquear a vítima. Machucado, o detento foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

O suspeito foi encaminhado à 4ª Delegacia Metropolitana para prestar depoimento e em seguida retornou ao Copemcan, onde se encontra na área de isolamento. As causas da briga ainda estão sendo apuradas e o caso vai ser investigado pela Delegacia de Homicídios.