Ouvir com webReader

Cerca de 53 de detentos do presídio de Tobias Barreto conseguiram fugir na madrugada desta quarta-feira, 11. Os detalhes da fuga ainda estão sendo levantados pela Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejuc), que confirmou a fuga por meio da assessoria de imprensa.

FOTO: Gerliano Brito
FOTO: Gerliano Brito

O clima é tenso no município em decorrência da greve dos agentes penitenciários. Nesse período o sistema de segurança do presídio estava sob domínio da Polícia Militar. Segundo informações do vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores da Sejuc (Sindpen), Marcelo Soares, houve manifestações dos agentes penitenciários na cidade e o comando da PM local chegou a tranquilizar a sociedade informando, na terça-feira, 10, que a Polícia Militar teria efetivo suficiente para garantir a segurança no presídio. “Por isso estranhamos esta fuga”, enalteceu o sindicalista.

Na semana passada o representantes do agentes penitenciários em greve no município de Tobias barreto afalava em tom de alerta sobre a grande possibilidade de uma fuga em massa do presidido. Coincidência ou não, uma semana depois a prenunciada fuga viria a contecer botando em pânico a população de todo o estado.

Recaptura

Segundo informação ainda não confirmada pelo comando da PM no local, pelo menos 03 fugitivos já teria sido recapturados. Um dos fugitivos foi recapturado no centro de Tobias Barreto depois de ser flagrado em atitudes suspeitas por um vigilante. Outras Informações oficial dão conta que o detento de pré-nome “Danilo”, suposto chefe das fulgas, foi capturado na cidade de Boquim pelo Polícia Militar sob comando do Capitão Ribeiro.

Até o fechamento dessa matéria nossa redação não conseguiu ouvir  representantes do Batalhão da Polícia Militar no município nem também o setor de Comunicação Social do Comando Geral da PM em Sergipe.

O clima permanece tenso, com diligências sendo realizadas em várias partes do Estado na tentativa de recapturar os fugitivos. A Sejuc informa que continua fazendo levantamento para identificar como os detentos conseguiram escapar das celas.

COM INFO: Redação P.A/Portal Infonet (Cássia Santana)