PELO DIREITO AO ENSINO DE QUALIDADE PARA TODOS

0
496

Um país que direitos não são garantidos, o básico torna-se mercadoria. Alimentação, água, luz, principalmente a educação entre tantas outras é um exemplo do que acabei de citar. Para ter acesso a essas coisas você é obrigado a pagar duas vezes! Porque os impostos  não suficientes, tem que pagar também para as empresas.

Todos por direito deveriam ter acesso a um ensino de qualidade gratuito, do ensino fundamental ao mestrado. Infelizmente isso acontece apenas na teoria. A garantia desse direito poderia ser um grande passo para que o Brasil crescesse e se tornasse uma grande potência, mas isso custaria muito caro para um governo que não quer que o povo pense. Se as pessoas aprenderem a pensar vão ter capacidade para questionar tudo que está a sua volta, como as leis por exemplo. Já pensou se isso acontece? Nossos políticos perderiam a “liberdade” de esconder dinheiro de verbas em suas meias.

O objetivo do governo é fazer com que a massa permaneça alienada. A forma mais simples para conseguir chegar a esse objetivo é deixando a edução  cada vez precária, dar a ilusão de que temos um ensino bom apenas porque não pagamos mensalidades para estudar em escola  públicas. Se quisermos um pouco mais de qualidade é preciso pagar o dobro.

Mesmo sendo garantido por lei, se quisermos qualidade temos que pagar e caro. Mas e aqueles que  não tem condição de pagar? A resposta é simples: a esses direitos básicos são negados. Por isso existe tanta gente desempregada, passando forme, sem ao menos um lugar para morar. Ensino de qualidade poderia ser a chave dos problemas para essas pessoas, mas com um governo que barra direitos fica complicado.

A educação virou privilegio dos ricos, exclusividade daqueles que podem pagar. Até mesmo o ensino superior público foi privatizado. Paga-se para ter acesso aos matérias de estudo (apostila). Apesar das cotas o que mais se vê  são alunos de classe média e classe alta nas públicas e federais e os mais humildes ralando para poder pagar cursinho ou a mensalidade de uma faculdade privada. E ainda tem gente que vem falar de igualdade! Enquanto um apenas se preocupa em manter as notas acima de 7 o outro tem que trabalhar, fazer bicos e estudar com sono, fome e cansaço.

Isso tem que acabar. Educação  de qualidade não  é  um privilegio ou luxo, mas sim um direito que deve ser garantido para todos.  Educação é muito mais que uma escolha,  é o caminho para sair da pobreza, para ter uma profissão e ser alguém na vida.