Ouvir com webReader

Na manhã desta terça-feira, 11, policiais civis lotados em Umbaúba cumpriram um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. De acordo com o delegado Paulo Cristiano, Antônio José dos Santos, 30 anos, conhecido como “Tonho”, é acusado de participação no homicídio de Adielmo dos Santos da Cruz, 16 anos, mais conhecido como Zé Bedeu em fevereiro de 2012.

Segundo informações, Zé Bedeu era usuário de drogas e também traficava o material que era de propriedade de Denysson Santana Mariano, o Deninho. Na noite do dia 18 de fevereiro de 2012, anterior a sua morte, os 03 Deninho, Tonho e Zé Bedeu estavam no Bar de Caranguejo, às margens da BR-101 quando o menor pediu uma (Um Oléo) pedra de Crack  para Fumar e Deninho deu.

Momentos depois Zé Bedeu Voltou e jogou a Pedra na Mesa de sinuca chamando a pedra de ´´Miada“ ou seja Pedra Ruim, sem qualidade. Deninho então teria pedido que Zé Bedeu fosse até sua casa que lá ele (Zé Bedeu) receberia a pedra nova. Quando chegou a cassa de Deninho levado por Tonho, Deninho já esperava ele armado e disparou várias vezes contra Zé Bedeu que Morreu no local onde foi Alvejado.

Segundo Informações, Zé Bedeu usuário e traficante de Drogas com o material de Propriedade de Denysson Santana Mariano, o Deninho. Na Noite do dia 18 de fevereiro de 2012, Deninho, Tonho e Zé Bedeu estavam noBar de Caranguejo quando o Menor pediu  (Um Oléo) pedra de crack  para Fumar e Deninho deu. Momentos depois Zé Bedeu Voltou e jogou a Pedra na Mesa de sinuca chamando de uma ´´pedra  Miada “ ou seja, Pedra. Deninho então téria Pedido que Zé Bedeu fosse até Sua Casa que lá ele (Zé Bedeu) receberia uma pedra nova. Quando chegaram a Cassa de Deninho, Tonho e a Vitima, Deninho já esperava os dois amado e desferiu vários tiros contra o menor Zé Bedeu que morreu no local onde foi alvejado.

POLICIA CIVIL SE

O comparsa de Antônio e proprietário da arma utilizada no crime, Denysson de Santana Mariano, 28 anos, encontra-se preso desde julho de 2012 pelo crime de tráfico de drogas. A dupla permanecerá presa à disposição da Justiça.

INFO: Ascom SSP/SE