A partir de um investimento total de R$ 2.105.201,20, o Governo de Sergipe, por meio das secretarias de Estado da Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e da Educação (Seed), torna possível a edificação de mais um centro estadual de ensino profissionalizante (CEEP) na região Sul sergipana.

Em fase de finalização, esta nova unidade de ensino da rede pública estadual está sendo instalada na Colônia Sergipe, povoado localizado no município de Indiaroba, e beneficiará estudantes de todas as 11 cidades da região Sul sergipana. As obras, com 70% dos serviços já executados, foram reiniciadas no último dia 1º de junho e devem ser concluídas até fevereiro de 2018.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, a proposta da Política Estadual de Educação é atender à demanda do mercado local por mão de obra especializada e, por esse motivo, cada CEEP foi planejado levando-se em consideração as vocações e os arranjos econômicos de suas respectivas regiões.

O Centro Estadual de Ensino Profissionalizante de Indiaroba irá ofertar cursos técnicos de nível médio na área de recursos pesqueiros e, após inaugurado, terá capacidade para atender 480 alunos por turno, em uma estrutura moderna e dentro do padrão de qualidade de escolas de educação profissional, elaborado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, do Ministério da Educação (FNDE/MEC).

Serão 12 salas de aula, dois laboratórios de informática e quatro laboratórios técnicos, salas para suporte pedagógico, recursos didáticos, exibição de vídeos e para o grêmio estudantil, refeitório, biblioteca, além de um bloco administrativo, com sala de reuniões, de professores, de direção, secretaria, arquivo morto e almoxarifado.

“O Centro Profissionalizante de Indiaroba está sendo erguido em uma área de 15.000 m², e terá mais de 4.300 m² de área construída. Com estrutura moderna, esta unidade de ensino capacitará os jovens estudantes da região em tecnologias de pesca e de beneficiamento do pescado, conhecimentos técnicos sobre manutenção de embarcações pesqueiras, enfim, oferecerá formação técnica voltada aos filhos dos pescadores e marisqueiros da região, formando mão de obra qualificada para a vocação econômica local”, explica o secretário Jorge Carvalho.

Pioneirismo

Ainda na região Sul, outra unidade de ensino técnico profissionalizante da rede pública estadual está sendo erguida pelo Governo de Sergipe e será entregue à comunidade local este ano. Vocacionado para o setor têxtil, o CEEP de Umbaúba, instalado no povoado Guararema, será pioneiro em Sergipe na oferta de cursos técnicos de nível médio na área de moda e vestuário.

Em fase de finalização da execução dos serviços de infraestrutura, o centro de educação profissionalizante que o governo estadual está erguendo no município de Umbaúba irá capacitar os jovens da regiões Sul e Centro-Sul para o mercado de trabalho, com a oferta de cursos prioritariamente voltados para a qualificação da cadeia produtiva de arranjos têxteis, com capacidade para atender em torno de 500 alunos por turno.

Apenas nessa unidade de ensino, em Umbaúba, estão sendo investidos, por meio da Seinfra, com execução da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), outros R$ 10.106.889,58, em recursos provenientes de parceria com o Governo Federal, por meio do Programa Brasil Profissionalizado.

“Com a construção de centros profissionalizantes em várias regiões do Estado, o Governo oferta condições para o jovem do interior sergipano estudar e se qualificar, sem precisar se deslocar até a capital. Isso é interiorização da educação pública”, destaca o secretário de Estado da Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Valmor Barbosa.

Para Jorge Carvalho, os centros estaduais de educação profissionalizante foram planejados levando-se em consideração as vocações econômicas das regiões do Estado onde estão instalados, “visando formar e inserir os jovens concluintes do ensino médio nesse mercado de trabalho”, afirma.

Ampliação da oferta de vagas no ensino profissionalizante

No momento já são 12 unidades de ensino profissionalizante em funcionamento na rede pública estadual, nas quais estão sendo ofertados 23 cursos técnicos de nível médio. Até o final deste ano serão 15 centros estaduais de ensino profissionalizante, em 11 municípios sergipanos.

No último dia 10 de março, em Nossa Senhora das Dores, o Governo de Sergipe inaugurou mais uma escola de ensino profissionalizante da rede estadual de ensino: o CEEP Belira Alves de Almeida. Esta unidade visa aumentar a oferta de vagas no ensino técnico de nível médio aos moradores do município e da região, diminuindo o déficit educacional. O centro ofertará formação no eixo de agroindústria com cursos técnicos de nível médio nas áreas de alimentos e bebidas, com capacidade para atender 500 alunos por turno.

Além da construção e reforma de centros estaduais de ensino profissionalizante, o governo estadual está reformando colégios da rede pública estadual para oferta de cursos técnicos de nível médio. Em Itabaiana, o Colégio Estadual Murilo Braga, após um investimento superior a R$ 8 milhões, foi amplamente reformado e ampliado e passou a oferecer cursos profissionalizantes na área de design de móveis e de rede de computadores.

Após ser reformado e ampliado, o Colégio Estadual Cleonice Soares da Fonseca, localizado em Boquim, oferta atualmente, além de ensino regular, cursos técnicos em Administração e Manutenção e Suporte em Informática, dentro do eixo de Informação e Comunicação e Gestões e Negócios. Ainda em Boquim, o Colégio Estadual Maria Fontes de Faria (Dona Marieta), foi também reformado e adaptado e hoje oferta curso técnico de nível médio em Fruticultura, beneficiando estudantes das regiões Sul e Centro Sul do Estado.

No território do Baixo São Francisco, região prioritária para o governo estadual em todas as áreas, a Seed reformou e ampliou o Colégio Joana de Freitas, que desde 2015 oferta cursos técnicos de Aquicultura aos estudantes do município ribeirinho de Propriá, atuando no eixo tecnológico de Recursos Naturais. Também nesta região, no município de Japoatã, a Educação de Sergipe mantem a Escola Família Agrícola de Ladeirinhas, que atua no eixo Recursos Naturais ofertando aos estudantes e trabalhadores do campo o curso técnico de Agropecuária. No município de Neópolis, o Centro Estadual de Educação Profissional Agonalto Pacheco da Silva oferece o curso técnico em Agroindústria e Técnico em Alimentos.

Em Carmópolis, município localizado na região do Leste Sergipano, onde predomina a produção petrolífera, a Seed implantou o Centro Estadual de Ensino Profissionalizante Governador Marcelo Déda, e oferta os cursos técnicos de nível médio de Petróleo e Gás e de Segurança do Trabalho.

Na capital sergipana, o Centro de Educação Profissional José Figueiredo Barreto contempla os eixos tecnológicos de Turismo, Hospitalidade e Lazer ofertando os cursos técnicos de serviços de Restaurante e Bar, de Condomínios e de Redes de Computadores.

Ainda em Aracaju, o Conservatório de Música de Sergipe, unidade de ensino da rede pública estadual, oferece o Curso Técnico em Canto e em Instrumento Musical, e o Instituto de Educação Rui Barbosa oferece curso de ensino técnico profissionalizante de Secretaria Escolar.