Ouvir com webReader

A Policia Federal em conjunto com a Policia Civil do estado de Sergipe cumpriu no inicio da manhã dassa terça-feira, 03/06, mandados de prisão contra o ex-prefeito de Capela Manoel Sukita, o ex-secretário de Finanças do município José Edivaldo dos Santos, a esposa de Sekita, Silvamir Sukita e a Irmã do ex-prefeito, Carla Miranir.

MANOEL SUKITA (6)
FOTOS: PORTAL ALARDE/BASTIDORES DA NOTICIA (whatsapp)

O ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PSB) foi preso por volta das 06h desta terça-feira, numa operação conjunta das policias civil e federal batizada de “Operação POP”.Sukita foi preso em sua residência, um apartamento de luxo na Mansão Otávio Martins, no Bairro 13 de Julho na capital sergipana.

Sua esposa, Silvanir Sukita estava com ele na hora da prisão e também foi presa acusada de fazer parte do esquema. Outras prisões também foram efetuadas no município de Capela onde o ex-secretário de Finanças, José Edivaldo dos Santos também foi preso e Clara Miranir (irmã de Sukita), Miranir consta como proprietária da Megga Empreendimentos.

Segundo informações, o ex-prefeito teria desviado dinheiro público do município durante sua gestão, tendo feito, inclusive, saques em dinheiro na boca do caixa já no final de seu mandato.

Na casa de Sukita foram recolhidos pela policia vários documentos além de computadores e um cofre. A operação é coordenada pela delegada Daniele Garcia.

Nota

Foi divulgada uma nota conjunta onde foi passado pelo comando da operação os detalhes da prisão de Sukita e demais pessoas. leia a nota na integra.

NOTA CONJUNTA À IMPRENSA

 Na manhã de hoje, 03.06.2014, foi deflagrada a Operação Policial POP, em ação conjunta das Polícias Federal e Civil, com participação dos Ministérios Públicos Federal e Estadual de Sergipe, além da CGU.

As ações consistem na realização de 04 prisões e 08 buscas em endereços associados aos investigados.

Foram expedidos mandados de prisão em desfavor do Ex-Prefeito Municipal de Capela/SE, MANOEL MESSIAS SUKITA SANTOS; da Ex-Primeira Dama e Secretária Municipal de Capela, SILVANY YANINA MAMLAK, do Ex-Secretário Municipal de Capela, JOSÉ EDIVALDO DOS SANTOS, e da empresária, CLARA MIRANIR SANTOS.

Mediante autorização das Justiças Federal e Estadual prevê-se a realização de buscas em 04 endereços situados no município de Capela e 04 endereços no município de Aracaju, onde espera-se que sejam apreendidos documentos e materiais que servirão à instrução de inquéritos em trâmite nos órgãos policias citados.

Na Polícia Federal, investiga-se crime de lavagem de dinheiro, Lei nº 9.613/89, bem como crimes de responsabilidade por parte do ex-Prefeito, Decreto Lei nº 201/67.

Na Polícia Civil do Estado de Sergipe tramitam 03 inquéritos policiais para investigar crimes de responsabilidade supostamente praticados por Manoel Messias Sukita Santos durante sua gestão em Capela/SE, condutas descritas no Decreto Lei nº 201/67.

Existem procedimentos nos Ministérios Públicos Federal e Estadual para apurar atos de improbidade administrativa por parte de Manoel Sukita, ao longo de seus mandatos de Prefeito.

Segundo levantamentos realizados pela CGU, constam diversos indícios de irregularidades na aplicação e prestação de contas de recursos federais, por parte do ex-gestor, em convênios firmados junto a vários Ministérios.

Às 15h haverá coletiva de imprensa no Auditório da Superintendência da Polícia Federal em Sergipe, situado na Av. Augusto Franco, 2260, Siqueira Campos, nesta Capital, com a participação de todos os órgãos envolvidos, oportunidade em que serão prestados maiores esclarecimentos acerca das investigações e da operação.