O fornecimento da merenda escolar no município de Neópolis está suspenso por tempo indeterminado. A medida foi tomada após a denúncia da reportagem envolvendo fraudes com a merenda escolar nos municípios de São Cristóvão e Nossa Senhora do Socorro, no programa Conexão Repórter, do SBT.

NEOPOLIS 1Segundo informou a assessoria de comunicação da Prefeitura “Os contratos de fornecimento de merenda escolar foram cancelados, devido à denúncia veiculada em âmbito nacional, envolvendo as empresas que participaram de um processo de fraudes em outro município”, diz trecho da nota divulgada pela assessoria da Prefeitura.

Ainda segundo informações da assessoria, a suspensão tem prazo indeterminado e “serve como uma adoção preventiva, visando à salvaguarda do patrimônio público. Dessa forma, achamos a atitude a mais responsável no momento. Estamos dispostos a esclarecer qualquer tipo de dúvida que possa surgir”, esclarece o comunicado.

NEOPOLIS 2Sindicância …

Uma comissão de sindicância foi formada por representantes do município para discutir a questão. Enquanto isso, não há previsão de quando será regularizado o fornecimento dos alimentos. “A Prefeitura ficou em alerta e fez uma comissão de sindicância para reunir documentos e possivelmente entregá-los ao Ministério Público Estadual (MPE), mesmo estando tudo regularizado com os valores e com o fornecimento da merenda nas escolas”, explica a assessora Carol Souza.

Merenda só até o dia 20 …

Com a suspensão dos contratos, os alunos só poderão contar com a merenda até o dia 20 de junho. A assessoria, no entanto, garante que até lá outras medidas serão tomadas apara evitar o desabastecimento.

Confira a nota na íntegra:

“A Prefeitura de Neópolis disponibiliza cópia do Decreto nº 45/2015, de 03 de junho de 2015, que suspende, por prazo indeterminado, os contratos de fornecimento de merenda escolar para o município de Neópolis. Devido à denúncia vinculada em âmbito nacional, envolvendo as empresas que participaram de um processo de fraudes em outro município, a suspensão serve como uma adoção preventiva, visando a salvaguarda do patrimônio público. Dessa forma, achamos a atitude a mais responsável no momento. Estamos dispostos a esclarecer qualquer tipo de dúvida que possa surgir na população. Informamos que as escolas estão abastecidas por 20 dias e logo após terá início o período de férias”.