O Vereador Robson Fortunato da Silveira ou simplesmente Robson Fortunato (PPS) tem sido uma voz Bastante ativa na Câmara Municipal de Vereadores de Umbaúba. Eleito por um partido da Base da Oposição, ele frequentemente se levanta a cobrar o que, segundo ele são descasos da gestão para com os munícipes.

Uma de suas maiores cobranças na casa legislativa é a demonstração do efetivo trabalho do secretariado municipal que, como diz o vereador, vem deixando a desejar. Sem citar nomes e não generalizando, suas criticas são fortes no que diz respeito a visibilidade dos secretários através de seus feitos enquanto gestores de pastas que são.

Na noite de ontem quarta-feira (16), porém e como em todas as outras, sua fala na tribuna da casa foi combustível para mais uma conversa animada.

O motivo para vários outros discursos que se seguiram foi o seu posicionamento quanto a votar em uma ‘Moção de Parabéns’ (09/2017) em expressão de gratidão ao Senhor Luiz Inácio lula da Silva, ex-presidente que fará visitas a 05 cidades sergipanas nos próximos dias 20 e 21 de agosto.

A Moção de Parabéns de nº 09/2017 em expressão de gratidão a Lula foi proposta pelo Vereado Denival Santos (Deni – PT) tendo em vista, segundo o proponente os relevantes serviços prestados pelo ex-presidente Lula quando do seu mandato aos estados nordestinos o que inclui Sergipe, por conseguinte o município de Umbaúba. Para ilustrar seu intuito na proposta da honraria, Deni citou a questão dos programas sociais a exemplo do Minha Casa Minha Vida, Caminho da escola entre outros que beneficiam ainda hoje milhões de pessoas Brasil a fora e em Umbaúba não é diferente.

“Coloca na casa essa proposta de homenagem a Lula por que quando vejo a aquelas mães de família que moram no campo e não tinha luz e hoje tem sua luz graça o ao programa Luz para todos. Quando vejo filho de pobre na universidade me lembro de Lula que construiu universidades no interior”, ressaltou Deni ao defender sua proposta.

Enquanto se desenrolava o discurso de Deni onde ele defendeu sua proposta de aprovação da moção de parabéns ao ex-presidente Lula, Robson Fortunato mostrou-se Irredutível e disse não votar ou se abster da votação numa espécie de ultimato. “Posso fazer de duas formar nessa questão de sua moção colega vereador: ou em me abstenho em respeito ao senhor ou em voto e voto contra a sua proposta”, disse ele.

Acompanhando decisão do irmão, a professora Luziene Fortunato (professora Lia SD) explicou que também deixaria de votar uma vez que seguia posição do partido e seu líder no estado, o deputado federal Laércio Oliveira.

A sessão se seguiu, as discussões em torno da proposta também e no final das contas, ou melhor, da votação a proposta foi aceita com 07 votos favoráveis e 02 abstenções e Lula assim tornou-se o primeiro líder politico nacional a receber uma honraria da casa legislativa umbaubense.