A nova moda no Brasil de fazer justiça com as próprias mão parece ter chegado e se instalado também no interior sergipano. Assassinato de mulher no município de Poço Verde pode ter ligação com lista de pessoas do município marcadas para morrer.

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA
IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

Uma mulher identificada como Sandra Santana, 34 anos foi vítima de homicídio por arma de fogo 12/02, na rodovia estadual entre Poço Verde-Se e Heliópolis-Ba, no bairro Xique – Xique. Sandra era irmã de ‘John Lennon’ que estava na famosa lista da morte que surgiu na cidade há dois anos. ‘John Lennon’ foi morto em outubro de 2012. Há suspeitas de envolvimento de Sandra com o tráfico de drogas.

‘Lista da morte’ e série de crimes em 2012

No dia 31 de outubro, João Leno Santana, 23, o ‘Jonh Lennon’, irmão de Sandra, foi encontrado crivado de balas, em uma estrada no município de Poço Verde. Ele foi encontrado em uma estrada que dá acesso à barragem do povoado São José. Segundo informações passadas para a polícia indicavam que João Leno Santana tinha envolvimento com o crime na cidade e estaria chefiando uma suposta quadrilha articulada para praticar roubos e também com envolvimento com o tráfico de drogas.

Na manhã de 15 de Novembro, outro adolescente Jeferson Nascimento Santana, de 16 anos, foi baleado no pé numa tentativa de homicídio, mas conseguiu fugir, como não havia ambulância do SAMU na cidade disponível para fazer o transporte, uma viatura do SAMU de Simão Dias foi acionada. O jovem era acompanhado pela tia na ambulância que foi abordada por quatro homens encapuzados em um veículo, no povoado São José, ainda no município de Poço Verde, renderam o motorista, retiraram o paciente e o executaram com vários tiros. A técnica de enfermagem da ambulância e a tia de John Lennon saíram correndo, mas um dos homens falou tranquilamente que elas não precisavam correr, pois o que eles queriam fazer já havia sido feito e não fariam mal a elas e foram embora em seguida.

Da lista também foram mortos mais duas pessoas, Elvis e Ney.

Mais dois crimes estão associados aos justiceiros de Poço Verde na divisa entre Tobias Barreto e Poço Verde, dois homens foram assassinados e um saiu ferido. Seus nomes não conferem com a lista publicada, mas as pessoas insistem em dizer que os justiceiros resolveram buscar os criminosos em seus esconderijos.

Os mortos foram identificados como Denis Gonçalves Braz de Jesus Rocha, 16 anos, conhecido como “Denis Potana”, viciado em drogas, e Douglas Braz de Jesus, ex-presidiário, na época preso por trafico de drogas. Segundo informações da polícia, ambos aterrorizavam comunidades e tudo leva a crer que são os principais suspeitos das ondas de assaltos de motocicletas na região.

No povoado de João Grande, município de Heliópolis, no Estado da Bahia, um rapaz, identificado inicialmente pelo nome de Gerônimo, com 21 anos de idade, foi executado por 3 homens que usavam capacetes, no dia 24 de dezembro, véspera de Natal. O crime ocorreu por volta das 16 horas e, segundo alguns moradores, o jovem foi praticamente tirado dos braços da mãe, levado para o terreiro e executado. Gerônimo era de Poço Verde e estava passando um período na localidade. O nome dele, como foi informado pela Delegacia de Polícia de Heliópolis, não aparece na lista. Segundo as autoridades, ele poderia ser conhecido por algum apelido e sua morte estar relacionada aos que estão marcados para morrer em Poço Verde.

O último da lista que morreu em 2012, foi Mário Barbosa do Nascimento, 23, ele faleceu após ser atingido por disparos de arma de fogo por volta das 18h do dia 27. Segundo informações do cabo Da Silva, plantonista na delegacia de Poço Verde, algumas testemunhas disseram que o viram pouco antes do crime sendo levado para o local amarrado em uma moto. Dois suspeitos estavam fazendo o transporte.

Mário, que o nome não parece na lista, estava se escondendo na casa do avô na localidade de Tanquinho, também em Heliópolis, ele foi sequestrado na Bahia e levado para morrer na Barragem.

INFO: facebook/istoesergipe