MÃE PROCURA FILHA DESAPARECIDA EM UMBAÚBA

0
3466

A senhora Adriana dos Santos esta a procura de sua filha, menor de 13 anos desaparecida desde a manhã de ontem, terça-feira, (03).

Segundo aa mãe, Adriely de Jesus  Santos de apenas 13 anos, trajava um blusa cor de rosa e um short Jeans lavado quando saiu de sua residência no Povoado Queimada Grande na Zona rural de Umbaúba  para ir até a cidade onde faria um trabalho escolar. Desde então a família não tem noticias, a jovem não atende o celular e a angustia da família só aumenta.

Ainda não se tem certeza do que possa ter realmente acontecido, mas há suspeitas de que ela possa ter fugido com um namorado maior de 22anos, que ter o relacionamento entre os dois desaprovado pela família passou a acontecer de forma escondida. O jovem, suposto namorado de Adriely também não é encontrado no povoado desde a manhã de ontem, mesmo horário da ocorrência. O namorado, suposto envolvido tem familiares em Itabaianinha e Tobias Barreto para onde pode ter ido e lavado a garota.

Ainda nó dia de ontem, a foto do texto foi divulgada nas redes sociais e nos grupo de bate papo na esperança de alguém a reconheça e informar aos parentes e amigos. Os familiares foram até a delegacia do município na manhã dessa quarta-feira (4), para prestar queixa sobre o desaparecimento de Adriely.

Estupro de Vulnerável

Vale lembrar que ocorrências desse tipo são comuns envolvendo casais onde geralmente a garota é menor de 14 e o rapaz maior de 18 ou ao contrário, mas que apesar de ser comum, quando relação carnal ou a pratica de outro ato libidinoso (o que também é comum), mesmo que consentido, pode ser enquadrado no crime de “Estupro de Vulneráveis” pelo Art. 217-A, do Código Penal Brasileiro, que tem pena prevista de 8 a 15 anos de prisão.

Incorre na mesma pena quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência.