O Governador do Estado, Jackson Barreto, inaugurou ontem, 29, o novo Mercado do município de Lagarto, que recebe o nome do comerciante e ex-político, José Correa Sobrinho.

O Mercado Municipal de Lagarto José Corrêa Sobrinho ganhou estrutura nova e moderna, ampliando a variedade de produtos comercializados, e proporcionando praticidade, higiene e melhoria dos serviços ofertados. Foram mais R$ 19 milhões, recursos do Proinveste, investidos na construção de 521 boxes para venda de carnes, miúdos diversos, pescados, aves, suínos, cereais, legumes, verduras e frutas, divididos entre dois pavimentos.

A escolha do nome do homenageado para o Mercado Municipal foi aprovada pelos vereadores por 10 votos contra um, através do Projeto de Lei 42/2015 de autoria da vereadora Marta da Dengue (PMDB).

“José Correa fez muito por Lagarto e tem uma história bonita. Passou pela Câmara diversas vezes, foi um grande comerciante e conseguiu que a Cidade de Lagarto tivesse a primeira rádio, entre outras ações em prol da população que ele fez quando vereador. Seu nome foi escolhido merecidamente por maioria dos colegas pela sua trajetória de vida e profissional”, disse a vereadora Marta da Dengue.

A professora Dilza Santos disse que a escolha do nome de José Correa Sobrinho foi merecida por ser um filho de Lagarto. “Defendo a escolha do nome de José Correa por ele ter sido uma pessoa muito respeitada dentro da cidade, foi comerciante por mais de 60 anos, uma pessoa que passou pela política lagartense deixando legado de um político honesto e respeitado pelo povo”, destacou.

Para a moradora do conjunto Novo, Tereza Silva Souza, a escolha foi boa. “Não conheci seu José Correa, mas já ouvi falar muito bem dele e do que ele já fez por Lagarto”, disse.

“Foi uma homenagem merecida, afinal, ele foi uma pessoa muito boa e que só ouço falar bem dele”, relembra Maria Valdilene Santana Reis.

A aposentada Maria Izabel Soledade dos Santos disse que gostou da escolha do nome. “José Corrêa foi importante para o município e a maioria quis homenageá-lo de uma forma justa”, enfatizou.

A defensora pública, radialista e vereadora eleita do município de Aracaju, Emília Correa, enalteceu o empenho das autoridades pela efetivação do nome do seu pai no Mercado. “Em nome de toda família Côrrea quero manifestar minha gratidão ao governador Jackson Barreto, vereadora Marta da Dengue e demais vereadores, a deputada Goreti Reis e ao prefeito Lila Moura pela luta em defender o nome do meu pai nessa grande obra. Vimos para Lagarto não para fazer política, mas sim para uma homenagem a um homem que foi comerciante por mais de 60 anos, presidente da Câmara por três vezes e um dos fundadores da primeira rádio de Lagarto. Um homem que sempre protegeu os comerciantes e defendeu sua terra propagando o nome de Lagarto por todo país. Todos os lagartenses conhecem a trajetória do meu pai, sua simplicidade e humildade nas atitudes, enfim, foi um grande homem no comércio, na política e na família. O seu amor por Lagarto era inigualável e o município está feliz pela escolha do seu nome no Mercado”, agradeceu.

A deputada Goretti Reis fez questão de destacar a escolha da Câmara Municipal e relembrar a história de José Correa. “A escolha de maioria dos vereadores da Câmara fez com que a população se sensibilizasse em ter um lagartense que viveu uma vida empresarial e política, um comerciante que não tinha inimigos, conversava com todos com muito respeito. Além disso, tem uma história dentro do município de Lagarto. É uma grande homenagem que retrata a história de José Correa e uma forma de reconhecimento e de mostrar que ele será sempre imortalizado. A família está feliz e nós também pela indicação e essa homenagem engrandece os lagartenses”, enalteceu.

Em seu pronunciamento, o governador Jackson Barreto disse que o governo tem a obrigação de respeitar a lei municipal e se emocionou ao relembrar de Marcelo Déda. “A Câmara Municipal homenageou o filho de Lagarto e o governador não poderia ser contra a Câmara e nem ao filho de Lagarto. Faço uma proposta aos lagartenses para pensarmos em construir um monumento em Lagarto para homenagear Marcelo Déda e na placa colocaremos todas as suas obras feitas no município como a Universidade, o Hospital e outras. O governo irá arcar com os custos desse monumento e farei com muito orgulho, pois quem trouxe a universidade para Lagarto e o Hospital foi Déda, mais um motivo para fazer essa homenagem. Onde Déda estiver com certeza está feliz e o seu desejo está sendo concretizado”, disse emocionado.

 “É uma alegria inaugurar uma obra fundamental para o município de Lagarto, uma cidade importante para o nosso estado pela força da sua economia e do seu povo, que recebe uma obra de quase R$ 20 milhões. Acho que Lagarto tem hoje o mercado mais moderno do Nordeste. Muito mais bonito e arejado. Uma obra dessas levanta a autoestima dos lagartenses, faz com que sintam-se mais felizes e traz um retrato de um trabalho que foi feito em parceria, Governo do Estado e Prefeitura, pois toda essa área pertencia à prefeitura”, completou o governador.

 Trajetória do homenageado  – José Corrêa Sobrinho presidiu a Câmara de Vereadores de Lagarto por três legislaturas, onde teve a oportunidade de recepcionar o então candidato a presidente da república Juscelino Kubitscheck e também foi responsável pela aprovação do projeto de lei que autorizava a construção do estádio Paulo Barreto de Menezes. Mais tarde viria a ser Presidente do Lagarto Esporte Clube, levando o clube ao vice campeonato estadual. Foi sua a iniciativa de trazer para Lagarto a primeira emissora de rádio AM da região, para tanto procurou os empresários Artur Reis, Hernani Romero Libório, Vanderlan Almeida, Aloísio Natal e José Augusto Vieira para se associarem ao projeto e em 1982 foi a Brasília assinar a autorização de concessão de funcionamento da Rádio Progresso AM 750.  Presidiu por vários anos o Rotary Club de Lagarto, recebendo a comenda “Paul Harrys”, uma das mais importantes da instituição. Atuou por mais de 60 anos no comércio de Lagarto, sendo pioneiro na venda das primeiras televisões coloridas e das primeiras antenas parabólicas no município. Um documento histórico é o cartão com votos de Feliz Natal e Ano Novo escrito de próprio punho pelo já presidente JK datado de dezembro de 1956.