A justiça sergipana mandou soltar na manhã desta segunda-feira (18), dois dos quatro presos suspeitos de envolvimento no incêndio da Câmara de Vereadores de Cristinápolis, no sul do estado. A informação foi confirmada pelo delegado responsável pelo caso, Paulo Cristiano.

Ainda segundo o delegado, no entendimento da Justiça os dois suspeitos podem acompanhar o processo em liberdade. Outros dois suspeitos permanecem presos na Delegacia de Umbaúba.

Entenda o caso

O incêndio atingiu a Câmara de Vereadores no dia 12 de fevereiro, véspera da votação do processo que afastou o prefeito da cidade.

Quatro suspeitos foram indiciados no início deste mês pela Polícia Civil por incêndio criminoso e associação criminosa.