Os três senadores representantes do estado de Sergipe na casa de leis federal votaram de forma favorável ao prosseguimento do impeachment na sessão especial desta quarta-feira (11) em Brasília. Até ai, nada de muito especial, mas um fato chamou a atenção da população e da imprensa, que foi o retorno da primeira dama e de Aracaju e senadora da republica, até então licenciada, Maria do Carmo Alves (DEM).

Dona Maria do Carmo, como é carinhosamente conhecida, estava afastada desde o final do período de 2015, quando deixou o mandato a cargo do seu primeiro suplente Ricardo Franco, da tradicional família franco e desde então passou a assumir a Secretaria de Família e Assistência Social em Aracaju.

No ultimo dia 06 de abril, ela deixou a secretaria municipal e retornou ao mandato de senadora puro e simplesmente para participar da votação do pedido de impeachment da presidente da República Dilma Rousseff (PT). Apesar de ser uma manobra amplamente utilizada entre os parlamentares e sem nenhuma restrição legal, o retorno da senadora gerou um desconforto popular, uma forma de restrição moras expressada pelos usuários das redes sociais.

impeacmentNa internet, alguns internautas chegaram a parodiar criticamente seu retorno fazendo referência ao filme ‘O retorno da múmia’. Isso pode ser lido em postagens feitas por um internauta no Facebook.

Em seu discurso a democrata disse ser contraria as feituras da presidenta Dilma que, segundo ela, foram responsáveis pelo aumento da crise nacional e do desemprego. “A fala de governabilidade, de grave crise econômica, atingiu a classe trabalhadora brasileira e hoje mais de 11 milhões de desempregados não sabem como voltar pra casa sem o sustento de sua família. Estamos aqui para corrigir os erros constitucionais do nosso governo”, disse Maria que votou favorável ao impeachment.

Por 55 votos a favor e 22 contra, o senado deu prosseguimento ao impeachment e a presidente Dilma Rousseff será afastada por até 180 dias.