Durante o feriadão do Carnaval, o Instituto Médico Legal (IML) registrou 40 corpos, destes 22 foram vítimas de homicídio, todos do sexo masculino, e sete morreram em acidentes de trânsito. Foram registrados ainda os corpos de vítimas queda, afogamento e descarga elétrica.
Os crimes por arma de fogo aconteceram em Ribeirópolis, Simão Dias, Nossa Senhora do Socorro, Carira, Aracaju, Itabaiana, Itabaianinha, Barra dos Coqueiros, Tomar do Geru, além de dois baleados em Porto Real do Colégio, em Alagoas, que foram encaminhados para o hospital de Propriá, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no município sergipano. Em Lagarto, um homem foi assassinado por arma branca.
Já os acidentes de trânsito tiveram vítimas nos municípios de Frei Paulo, em Aracaju, onde morreram três homens na a Rodovia dos Náufragos e na Zona de Expansão, Siriri, Carira e São Brás, em Alagoas. A vítima do acidente em Alagoas foi encaminhada para o Huse, em Aracaju, onde morreu.
Em Nossa Senhora da Glória, um homem de 71 anos sofreu uma queda de cavalo e não resistiu aos ferimentos. Outro idoso também morreu vítima de queda em Nossa Senhora do Socorro.
Em Poço Redondo, um jovem de 21 anos foi vítima de descarga elétrica e não resistiu.
Foram registradas quatro vítimas de afogamento. Um menino de seis anos morreu afogado no povoado Brejo em Lagarto. As outras mortes por afogamento ocorreram em Nossa Senhora das Dores, Estância e Laranjeiras, todos do sexo masculino.
Outros quatro corpos ainda não tiveram causa da morte identificada, entre eles o de uma adolescente de 14 anos.