Ouvir com webReader

O prefeito do município de Capela, Ezequiel Leite (PR), disse na manhã desta quarta-feira (29), que “homens do mal querem tirar essa riqueza de Capela”, afirma o prefeito sobre o projeto Carnalita, dizendo ainda que “o que estão fazendo é uma proposta indecente”.

EZEQUIEL
Ezequiel Leite (PR), prefeito do município de Capela.

Jackson Barreto afirma que “Eu assumi o governo em maio de 2013, com a decisão já tomada. O que estou fazendo é dar andamento ao Projeto Carnalita, defendendo o interesse do povo sergipano, para que tenham acesso a 4 mil novos empregos e a US$ 2 bilhões em investimentos”, afirma o governador.

Enquanto isso, Ezequiel Leite volta a reafirmar que o município de Capela será prejudicado quanto aos investimentos. O prefeito diz que Capela receberia R$ 80 mil e o município de Japaratuba mais de R$ 15 milhões.

Ezequiel Leite diz ainda que “o governador Jackson Barreto insiste em levar a indústria para Japaratuba dizendo que isso é uma questão técnica. Mas ele nunca apresentou o plano de lavra. O que foi apresentado foi propostas indecentes. Apenas verbaliza e não entendemos que uma planta tão grande não pode deslocar dez metros. Trocando em miúdos Capela terá um aumento na Cefen para R$ 80 mil mensais e no município de Japaratuba vai ganhar mais de R$ 15 milhões. Não concordamos com isso. Hoje vamos nos reunir com o governador para que ele nos apresente uma proposta concreta” disse o prefeito em entrevista ao radialista Evenilson Santana, no programa Liberdade sem Censura.

Em busca de uma alternativa que tenha a aceitação do prefeito, Jackson revelou que a Vale se dispôs a reorganizar a forma de distribuição e venda do minério, acrescentando custos ao seu projeto com a criação de centros de distribuição que ficarão encarregados de comercializar o potássio produzido em cada município.