Pasta base cocainaPoliciais civis lotados na Delegacia de Telha prenderam na tarde da última segunda-feira, 4, em um sítio do povoado São Vicente, em Propriá, Hildo Antônio de Souza, 46 anos, integrante de uma quadrilha de traficantes de drogas que agia no Baixo Francisco e um dos elos da conexão de traficantes das cidades de Santa Maria da Boa Vista (PE) e Paulo Afonso (BA). Hildo é pai de Walas Souza, 23 anos, preso dia 23 de janeiro com 50 quilos de maconha.

De acordo com o delegado Néviton Rodrigues, tanto na primeira apreensão realizada no final de janeiro quanto na apreensão realizada nesta segunda-feira, a polícia encontrou os entorpecentes escondidos em uma plantação de melancia. “O dono da droga é João Antônio de Souza, 59 anos, que é irmão de Hildo, e encontra-se foragido da Justiça. Com a fuga do irmão, tudo indica que Hildo passou a comandar o tráfico na região”, explicou.

Foto: ASCOM/SSP

Desta vez, a polícia apreendeu 15 quilos de maconha prensada, querosene, éter, acetona, solução de bateria, tinner, pasta base de cocaína e bicarbonato de sódio, todos integrantes utilizados na composição do crack, e um revólver calibre 38 municiado.

“Na semana passada, descobrimos a plantação e prendemos Walas Souza, 23 anos, filho de Hildo, e mais três pessoas, que após serem ouvidas foram liberadas. Continuamos a empreender diligências para prender os outros envolvidos e Hildo acabou preso no mesmo sítio onde o filho foi encontrado com 50 quilos de maconha”, disse o delegado.

Hildo

Segundo o delegado, Hildo é um típico caso onde as aparências enganam. “Sujeito de expressão pacata, sóbria e até mesmo religiosa consegue enganar muita gente. No entanto, a realidade é outra. Ele responde a vários processos na cidade de Paulo Afonso, norte da Bahia, pelos crimes de roubo, duplo homicídio qualificado e tráfico de entorpecentes. Além disso, age há pelo menos cinco anos na região de Propriá distribuindo drogas a pequenos traficantes”.

A quadrilha de Hildo, Walas e João é desafeta da quadrilha do conhecido traficante da polícia sergipana “Bigode de Ouro”, que está preso em Paulo Afonso. As investigações se concentram agora na captura de João Antônio de Souza, que encontra-se foragido. Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro do foragido pode ligar para o Disque Denúncia 181