Nesta sexta-feira, 28, é greve geral. A CSP-Conlutas, junto com as outras centrais sindicais, tem feito esse chamado a todas as trabalhadoras e trabalhadores para derrotar as reformas trabalhista, da previdência e a lei da terceirização. “Todo trabalhador e trabalhadora deve se reunir com seus colegas de trabalho, nas empresas e nos canteiros, reunir com seus amigos e vizinhos nos bairros e combinar de ninguém ir trabalhar amanhã. Além disso, decidir o que pode fazer para ajudar na greve geral no local onde mora ou onde trabalha”, afirma Djenal Prado, coordenador estadual da CSP-Conlutas.

Confira a relação atualizada das categorias confirmadas na Greve Geral em Sergipe:

CUT
– Sintese (professores estaduais e municipais)
– Sindipema (professores de Aracaju)
– Sindisan (Deso)
– Sindiprev (Previdência Social)
– Sindetran (servidores do Detran)
– Sindsemp (servidores do Ministério Público)
– Sindijus (servidores do Judiciário)
– Sintsep (servidores federais – Ebserh)
– Sinpaf (Embrapa e Codevasf)
– Sintect (correios)
– Sinergia (eletricitários)
– Sindiscose (servidores de Conselhos e Ordens)
– Sindasse (assistentes sociais)
– Sindinutrise (nutricionistas)
– Sinpsi (psicólogos)
– Sindiserve Socorro (servidores de Socorro)
– Sindiserve Glória (servidores de Glória)
– Sindifrei (servidores de Frei Paulo)
– Sindiserve Divina Pastora (servidores de Divina Pastora)
– Sinditabi (servidores de Itabi)
– Sindseme (servidores de Estância)
– Sintegre (servidores de Monte Alegre)
– Sindserv Poço Verde (servidores de Poço Verde)
– Sindiserve Canindé (servidores de Canindé)
– Sintram (servidores de Malhada dos Bois)
– Sindsluzi (servidores de Santa Luzia do Itanhy)

CTB
– Seeb (bancários)
– Sintrase (servidores do Estado de Sergipe)
– Seese (enfermeiros)
– Sinter (Emdagro)
– Sintracon (construção civil)
– Sintasa (saúde)

CSP-CONLUTAS
– Sindipetro AL/SE (petroleiros, químicos, petroquímicos de Sergipe e Alagoas)
– Sindicagese (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Gesso e Cimento)
– ADUFS (professores da UFS)
– SOS Emprego (movimento de desempregados)
– Movimento popular de moradia: (ocupações da Mangabeira, Terra Prometida, 17 de Dezembro, Vitória, Clínica Santa Maria e Dandara)

FORÇA SINDICAL
– Sintrafa (fisioterapeutas)
– Sindifarma (farmacêuticos)

UGT
– Seca (comerciários)

SEM CENTRAL
– Sindifisco (servidores do Fisco)
– Sintufs (técnicos da UFS)
– Sinasefe-SE (técnicos do IFS)
– Sindiodonto (cirurgiões dentistas)

NCST
– Sindfazenda (técnicos da Receita Federal do Brasil)

RFB
– Sindireceita
– Unaslaf

– OAB/SE (Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe )

– Museu da Gente Sergipana não funcionará amanhã, dia 28, em virtude da Paralisação Geral dos Trabalhadores.

As instituições que informaram que irão funcionar

– Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) informa que, apesar das manifestações que ocorrem nesta sexta-feira, 28, em todo o país, a unidade funcionará com um contingente de, no mínimo, 30% do seu corpo técnico, conforme pactuado com os sindicatos das categorias que atuam na instituição. Desta forma, os atendimentos (exames, consultas e cirurgias) ficam mantidos dentro desse limite.

– Lojas do Centro de Aracaju – A Câmara de Dirigentes Lojistas informou que as lojas do centro de Aracaju irão funcionar normalmente em horário comercial, de 8h às 18h.