Um dos candidatos a governador pelo estado de Sergipe e sua equipe de campanha impetraram mandados judiciais para impedir que o nome do mesmo fosse utilizado em textos que viessem a denegrir ou por a prova a sua integridade politico/social pelos meios de comunicação. O fato foi até tema de questionamento feito ao próprio quando de sua participação no quadro de entrevistas realizadas pela TV Sergipe em um dos seus programas jornalísticos.

E. A & J. B
Os locais borrados em vermelho obedecem a lei eleitoral que impedem a citação em determinados textos de nomes dos candidatos/Foto: reprodução Facebook

Dias depois em sua propaganda partidária, o dito candidato utilizou-se do nome do falecido ex-governador de Sergipe para ilustras/defender seu projeto politico. A filha do ex-governador de Sergipe, Marcelo Déda, que morreu no dia 02 de dezembro de 2013, não gostou da citação feita sobre o seu falecido pai e utilizou o Facebook para dar a sua opinião sobre o assunto tratado pelo candidato que está usando o nome de seu pai na campanha. Ao final do texto ela pende ao povo que pensem sobre o voto e aproveita para expressar a sua intenção de voto em outubro próximo. Veja o que ela disse

“O candidato a governador que está em segundo lugar nas pesquisas não permite que usemos o seu nome, mas usa e abusa do nome de alguém que nem está aqui para se defender. Nem eu tenho pretensão de ser uma imitação do meu pai, o que dirá de (ela cita o nome de um candidato), que se propõe a dar continuidade ao trabalho. Cuidado, eleitores, prestem bem atenção no tipo de governador que vocês irão escolher”, escreveu Luísa Déda no Facebook.