Felipe Melo, definitivamente, não irá mais jogar pelo Palmeiras. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos, confirmou que o jogador e o clube seguirão caminhos diferentes a partir de agora.

“Conversei com Felipe hoje de manhã. Não tenho qualquer remorso por tê-lo trazido ao Palmeiras, poucos jogadores ficaram mais de uma década na Europa. Ele se desculpou perante o grupo, se desculpou com o Cuca. Mas ele vai seguir um novo caminho. É o momento para isso. Nós vamos tentar encontrar o melhor caminho junto a ele. Ele vai treinar normalmente no horário em que a gente determinar”, afirmou Mattos.

“Conversei com Cuca quinta à noite, falei do meu descontentamento, algumas coisinhas já tinham acontecido, uma multa foi aplicada naquele episódio com o preparador físico. Cuca concordou. Perguntei ao Cuca se teria algum problema na questão técnica, tática… E na sexta eu já procurei o Felipe, que nós não aceitamos isso de maneira alguma e que era pra ele procurar um novo caminho”, completou.

Durante a coletiva, Mattos chegou a afirmar que o volante “foi se perdendo” com o passar do tempo, e que ele fez o possível para que a contratação desse certo.

“A gente tentou conversar, tentou colocar rédea, mas ela saiu. Se não tomar atitude agora… Até pelo momento, pelo áudio, pela fala, o momento é esse de uma saída e um novo caminho para que todos fiquem em paz”, afirmou.

“Para chegar nesse nível, e eu próprio me empenhei bastante, é porque não dá mais para ter continuidade”, concluiu.