Bandidos armados renderam caseiro, invadiram a fazenda e fezeram refém o prefeito do município de Canhoba e seus familiares no ultimo final de semana. Na ação que acabou com a prisão de um suspeito e a fuga da maioria dos envolvidos, foi levando cerca de R$ 3,8 mil em espécie.

O fato aconteceu entre a madrugada e a manhã do domingo, 23, conforme os registros da Polícia Militar. Os bandidos chegaram armados e renderam o caseiro que foi obrigado a chamar seu patrão, o prefeito Manoel Messias Hora Guimarães, o Manoel do Arroz (PSD).

Manoel do Arroz e os familiares foram mantidos reféns dentro da própria fazenda enquanto os assaltantes reviravam todos os quartos até encontrar a quantia de R$ 3,8 mil reais que foi leve por eles.

De acordo com informações do sargento Marcos Antônio Gomes, da equipe do 2º Batalhão da PM, com a chegada da policia quatro assaltantes conseguiram fugir a pé e desapareceram em um milharal nos arredores da fazenda do prefeito. Um homem suspeito de participar da ação foi preso dentro do carro supostamente utilizado para a pratica do crime uma vez que dentro do carro, além do suspeito, a policia encontrou um aparelho de TV e um botijão de gás que teriam sido roubados durante a ação criminosa.

Alex Júnior Santos Lima, 25, preso com o caro e os pertences disse aos policiais que também teria sido vítima de assalto. Alex alegou ter saído de Propriá para encontrara a namorada e ao por um redutor de velocidade instalado na rodovia no município de Nossa Senhora da Glória, teria sido abordado pelos assaltantes que teriam colocado um capuz sobre a cabeça dele e seguido para a fazenda.

A versão do suspeito não convenceu a policia que efetuou sua prisão em flagrante por roubo majorado acreditando que ele teve participação ativa na ação. Alex foi levado para a Delegacia Regional de Itabaiana e o crime será investigado pelo delegado Jonathas Evangelista, coordenador de Polícia Civil do Interior.