Ouvir com webReader

A presidenta e candidata a reeleição Dilma Rousseff (PT-13), esteve em Aracaju na tarde da ultima quinta-feira, 09/10, onde participou de carreata pelas principais ruas da capital sergipana e respondeu as perguntas da imprensa. A presidente afirmou durante evento de campanha que responde com “esperança” ao “ódio” que ela diz ser destilado por seus adversários.

DILMASem citar nomes, Dilma fez críticas a Aécio Neves, presidenciável do PSDB que disputa o segundo turno com a candidata petista.

“Se eles mentem, a gente responde com a verdade. Se eles destilam ódio, vamos responder com esperança”, disse Dilma. “Somos diferentes do nosso adversário porque, quando tivemos a oportunidade, nós fizemos. O candidato do PSDB tem mania de dizer que tudo de bom que nós fizemos, eles vão continuar e fazer melhor. Mas tem uma pergunta simples: porque eles não fizeram antes quando tiveram a chance? Isso é muito esquisito”, disse Dilma.

Em meio à corrida eleitoral do segundo turno das eleições, Dilma fez nesta quinta-feira sua primeira visita de campanha a Sergipe. Ela desembarcou no Aeroporto Santa Maria, em Aracaju, por volta das 15h, e foi recebida pelo governador reeleito no estado, Jackson Barreto (PMDB), pela ex-primeira dama de Sergipe, Eliane Aquino (PT), pelo deputado federal Rogério Carvalho (PT), pelo governador da Bahia, Jaques Wagner (PT) e por centenas de militantes.

A presidenciável cumprimentou eleitores, fez selfies e seguiu em carreata pelas principais avenidas da capital sergipana até o Espaço Emes, onde participou de encontro com lideranças, militantes do partido e apoiadores da campanha.

Em seu discurso, Dilma citou avanços no Nordeste durante o seu governo e o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“1,5 milhão e meio de pessoas receberam luz elétrica graças ao ‘Luz para Todos […], 2,2 milhões de trabalhadores fizeram cursos técnicos e de qualificação profissional onde 30% de todo o Pronatec foi feito aqui no Nordeste. Sabe o que isso significa? Que o Nordeste tem uma população que tem fome de conhecimento, que se dedica e dá orgulho para o Brasil”, declarou.

Ela também criticou aqueles que classificam seus eleitores nordestinos como “desinformados”. “Eu acho que desinformados estão aqueles que acham que o Nordeste é igual ao que era há uns 15 anos atrás. Eu sei que o Nordeste mudou porque eu tenho aqui uns números que eu vou ler pra vocês”, declarou a presidente.