Vândalos danificaram e roubaram uma plataforma de Coleta de Dados Hidrometeorológico (PCD) instalada na ponte sobre o rio Cotinguiba na BR 235. Essa PCD enviava dados de vazão do rio Cotinguiba a cada 15 minutos, alertando antecipadamente sobre a possibilidade de enchentes, inclusive em Laranjeiras, e evitando desastres região, conforme ocorreu no passado.

estacao_digital
IMAGEM DE UMA ESTAÇÃO HIDROMETEOROLOGICA

O lamento é do secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Genival Nunes, sobre ação de vândalos contra a Estação Hidrometereológica instalada pela Semarh. Segundo o secretário, a Estação Hidrometerológica fica localizada em Laranjeiras, fronteira com Areia Branca. “É uma ferramenta necessária para prevenção de enchentes em caso de eventos extremos, sobretudo, com função de medir as chuvas e a vazão dos rios”, revela.

A situação climática da região está deixando de ser fornecida para a Sala de Situação de eventos críticos da Semarh, como também para Agência Nacional de Águas (ANA), alerta o secretário, enfatizando o crime contra à sociedade.

De acordo com o meteorologista da Semarh, Overland Amaral, a estação esteve funcionando até às 20h do dia 28 de Janeiro, conforme registros dos últimos dados do Sistema de Monitoramento Hidrometeorolgico da ANA.

“Após às 20h do mesmo dia a estação não retornava mais as informações. Da Sala de Situação da Semarh efetuamos teste de transmissão via satélite e não foi mais notificado registros de transmissões da estação”, conta Overland.

Revela Overland, que ao vir que os dados não eram transmitidos, a equipe da Sala de Situação da Semarh foi até o local da Estação Hidrometeorológica, que também fica próxima ao povoado Cafuz. “Ao supervisionarmos a área verificamos que a mesma foi atirada ao chão, além de todos seus equipamentos de sensores hidrometeorológicos terem sido furtados”, afirma.

Overland Amaral detalha ainda que “durante ato de barbárie, os vândalos deixaram a torre em cano galvanizado e o radar sensor de nível”.