Ouvir com webReader

Na manhã da ultima quarta-feira, 12/02 a Prefeitura Municipal de Umbaúba assinou contrato de cooperação em projetos com a Caixa Econômica Federal. Durante a assinatura fora dito que pelo menos R$ 1 milhão de reais será para a pavimentação de ruas e bairros do município.

QUEIMADA GRANDE (4)

Mesmo com tantos recursos para pavimentação uma das comunidades mais sofridas do município não verá sequer 1 centavo desse recurso para a melhoria da precária situação em que se encontra. O Povoado Queimada Grande que se estende do limite urbano da cidade até o assentamento mangabeira, à 5 km do centro continuará a alternar entre a poeira no verão e a lama no Inverno.

Conviver com essa constante situação não é nada fácil e nem agradável pois os problemas de saúde do trato respiratório são constantes em jovens, crianças e idosos da região. Resfriados, alergias, asma tosses e bronquites são alguns dos problemas causados pela poeira. Quando chove fica quase impossível transitar pela via a pé ou em veículos de pequeno porte como motos e bicicletas.

Para tornas as coisas ainda piores caminhões caçambas transitam até o inicio da noite transportando argila para a cerâmica localizada na metade do povoado. Quem por um momento quiser ter a falsa impressão de melhoria tem que molhar a via como mostra o vídeo.

Enigma

Poucas pessoas sabem mais a estrada que liga o Centro da cidade ao Povoado Queimada Grande é na verdade a continuação da Rodovia Estadual SE-222 que deveria ligar os municípios de Itabaianinha à Indiaroba, passando por Umbaúba. A primeira fase que vai de Itabaianinha a Umbaúba pronta a mais de 20 anos mais a sequencia que passaria pelo Povoado Queimada Grande morreu desde então há que diga que as verbas dessa obra foram consumidas pelo governo da época, mais o fato é que ninguém sabe a real situação da rodovia.

Quem desejar ir de Umbaúba para Indiaroba tem hoje a confortável rodovia SE-488 que passa por outra rota. Essa nova rota contribuiu para que a continuação da SE-222 torne-se inviável deixando a população do povoado que vivem ao logo dos 5 km da via no município a mercê da lama e da poeira.