A violência no município de Umbaúba voltou a crescer desde o final de 2016 quando esteve levemente controlada. São mais assaltos, mais roubos a veículos e os cidadãos voltaram a ter aquela velha sensação de insegurança novamente.

Dois concursos para a policia militar foram realidos no estado nos dois últimos anos e isso deus esperança aos pequenas municípios, principalmente aqueles mais afastados da capital, de que a segurança pública iria melhorar. Em umbaúba, município do sul sergipano, a 107 km de Aracaju, capital do estado e com 25 mil habitantes por um bom período passou-se a sensação de falsa segurança com algumas ações realizadas pelo programa “Sergipe Mais Seguro”, mas isso parou por ai. Na realidade o município perdeu em segurança ao ver ser retirado daqui a sede da Companhia de Policia Militar e a Viatura Pick Up que dava um grande suporte ao patrulhamento ostensivo nos povoados. Essa ação reduziu também o já pequeno efetivo tornando cada vez mais difícil para os esforçados policiais realizarem suas tarefas corriqueiras.

Todas as semanas são noticiados vários casos de assaltos a mão armada na cidade, roubo de motos na cidade e nos povoados. Contra essas ações existem muitas vezes dois policiais em uma viatura do tipo Gol.

A discussão cresse nas ruas e a perguntas, “até quando?”, “cadê o governador”, e até “cadê o prefeito”, que neste caso é apenas um agente indireto, são repetidas em redes sociais, esquinas, conversas de bar e diante de tal repercussão chegou a Câmara Municipal de Vereadores. Na tribuna da casa os vereadores tomar para si a interlocução das perguntas, mas alguns deles vão além e cobram ações.

Na ultima quarta-feira (4), por exemplo, o vereador Marco Antônio (Caio) cobrou do prefeito ações mais enérgicas de intervenção junto ao Governador Jackson Barreto no intuito de Trazer de Volta para o Município a sede da Companhia e a melhoria da estrutura a esta agregada.

Há ainda que se falar, i isso fora dito pelos vereadores várias vezes em 2016 e novamente em 2017 da necessidade de se realizar o concurso que possibilitará a operacionalização da Guarda Civil Municipal. A lei que instituiu a guarda foi aprovada a mais de 02 anos, mas até hoje esta apenas no imaginários umbaubenses que veem a cada dia a violência se tornar regra quando deveria ser apenas a exceção.