Se você chegou aqui, certamente está em dúvida sobre qual destes profissionais você precisa contratar para cuidar da sua imagem visual da sua empresa. Primeiro, é importante dizer que embora os nomes sejam parecidos, há grandes diferenças no trabalho de um designer gráfico e de um web designer, no entanto, ambos utilizam alguns conceitos e técnicas em comum.

As diferenças

Enquanto o designer gráfico trabalhará pensando no físico, naquilo que será impresso, o web designer terá seu foco voltado ao virtual: o que será visualizado pelo usuário na tela do computador.

E é por isso que uma área difere tanto da outra. Em questão de criação, o designer gráfico tem uma medida maior de liberdade em suas peças, pois, como diz o ditado, o papel aceita tudo (ou quase tudo).

De certa forma, esse profissional é mais livre para criar, pois pode ir além do tradicional e desenvolver formatos diferentes para seus trabalhos de impressão, além de não precisar se preocupar tanto com o “peso” final do arquivo.

Isso não significa que o web designer é um profissional “engessado”. Existem muitos sites que fogem do padrão e surpreende quem os visualiza. O problema está em “como” fazer isso, pois, o profissional que lida com web, além de pensar graficamente, necessita ter um raciocínio lógico: como a programação do site lidará com seu layout de forma correta, sem prejudicar o usuário?

Responsabilidade do profissional

Todo profissional de criação tem uma carga que precisa levar: a responsabilidade de não sujar o nome de seu cliente, seja uma pequena, média ou grande empresa. Mas, é justamente essa responsabilidade que é mais pesada nas costas do designer gráfico. Por quê?

Imagine que, por descuido, o arquivo que você enviou para a gráfica, que servirá como base para a impressão de, digamos, dez mil panfletos, está com um erro grave, como por exemplo uma imagem em baixíssima resolução. Pronto, a desgraça está feita. No mundo físico não existe Ctrl+Z, e o prejuízo é todo do designer.

No caso do web designer, apesar de ter um trabalho que também envolve uma boa medida de responsabilidade, seus erros são mais fáceis de serem corrigidos. Na maioria das vezes, basta substituir o arquivo no servidor e pronto.

É claro que um erro grave exposto em um site de grande veiculação também poderá significar um prejuízo enorme. Mas na maioria dos casos, o profissional de internet tem mais facilidade em corrigir seus erros.

O designer gráfico e o web designer têm trabalhos completamente distintos, embora ambos utilizem princípios básicos do design, como uso flexível, simples, intuitivo e informação perceptível. As duas profissões têm suas limitações e requisitos diferentes, embora exijam dos profissionais conhecimentos profundos sobre conceitos e ferramentas.

E então, sabendo de tudo isso, agora você já é capaz de optar pelo profissional mais adequando para elevar a identidade visual de sua empresa? De que você mais precisa neste momento, é do designer gráfico ou de web designer? Deixe seu comentário e nos conte sobre sua necessidade e sua escolha.