Eleita por unanimidade pelos membros do Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado de Sergipe e escolhida pelo defensor público geral, Jesus Jairo Lacerda, a defensora pública Andreza Tavares é reconduzida ao cargo de Corregedora Geral para o biênio 2017/2018.

Para a empossada, o desafio continua. “Com a recondução, buscarei dar continuidade ao trabalho desenvolvido no mandato anterior. A Corregedoria Geral, apesar de ser vista por alguns como um órgão correcional apenas, vai muito além. Possui a finalidade preventiva, de orientação e, foi nessa vertente, que trilhamos nossa gestão e que manteremos com o novo mandato que se inicia”, disse Andreza.

“A Corregedoria Geral primou no primeiro mandato pela atividade preventiva e de orientação, auxiliando os defensores públicos em seus pleitos, inclusive junto a outros setores da administração com o objetivo de facilitar a atuação defensorial. Sempre buscamos ouvir as necessidades dos defensores públicos e tentamos, da melhor forma possível, atendê-los”, completou a defensora pública.

Para o defensor público geral, Jesus Jairo Lacerda, a recondução da defensora pública Andreza Tavares no cargo de Corregedora Geral demonstra o reconhecimento do seu trabalho frente à instituição. “O trabalho que a Dra Andreza realiza a frente da Corregedoria Geral é de elevado padrão e de reconhecimento dos defensores públicos. Com certeza continuará mantendo essa brilhante atuação, sempre com muita seriedade, dedicação e compreensão em todos os casos. Além disso, é uma profissional que contribui bastante com o Conselho Superior e que tem prestado uma assistência eficaz aos defensores públicos com a Corregedoria como órgão parceiro”, destacou.

“A continuidade de Dra Andreza na Corregedoria é de um serviço imparcial, equilibrado e consentâneo com a melhoria e efetividade do serviço público”, enalteceu o subdefensor geral, Leó Neto.

Balanço das Ações –  Durante o biênio 2015/2016 foi formalizado Termo de Cooperação com a Faculdade Pio Décimo e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (CREA/SE) para elaboração de plantas e de memorial descritivo para ações de usucapião; adequação e melhoria no Portal do Tribunal de Justiça  para facilitar o trabalho dos defensores públicos; auxílio junto à Defensoria Geral nos projetos de reforma dos gabinetes e das áreas restritas das unidades da Defensoria localizada nos Fóruns do Santos Dumont, Dia e Santa Maria; recomendação à Defensoria Geral para criação de uma Central da Defensoria no Fórum do Santa Maria devido à grande demanda e realização de 25 inspeções e 14 correições.

Projetos futuros – Implementação do portal individualizado; criação de um sistema informatizado para o preenchimento de relatórios e estatísticas; implementação de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para casos de violação de deveres funcionais de menor gravidade, entre outros.

“O desafio é grande, mas maior é a vontade de contribuir e fortalecer cada vez mais a instituição tão nobre e da qual tenho a honra de fazer parte. Essa vontade e força vêm do apoio de uma equipe coesa e técnica, que não mede esforços para que os objetivos sejam alcançados, por isso, gostaria de agradecer à subcorregedora geral, Richesmy Libório e as servidoras Renata, Tissiana e Melissa, que colaboraram para o alcance dos resultados exitosos e para a concretização dos projetos”, agradeceu.