A cidade de Fukuoka no Japão virou sensação mundial após fechar uma cratera de 15 de profundidade e 800 m² que surgiu em um cruzamento super movimentado do centro da cidade em apenas 48h e liberado a via totalmente em uma semana. A mega obra virou sinônimo da eficiência japonesa, mas desde o fina de semana fazer valer os elogios que recebeu pela rapidez da obra esta ficando mais difícil.

Fechado no início deste mês, o buraco se encontrava num cruzamento importante, e agora o local da reforma obra chegou a afundar cerca de sete centímetros. As informações são da CNN.

A cidade entrou em alerta no último sábado (26), quando o trânsito foi interrompido no local da cratera, por causa de uma área que começou a ceder novamente. Desde então, a via já foi reaberta. No Facebook, o prefeito de Fukoka, Soichiro Takashima, pediu desculpas por não avisar os moradores que o solo poderia afundar novamente.

Os oficiais da cidade contaram à CNN que algum movimento na obra era esperado, por conta do assentamento da areia e do cimento utilizados. Sendo verdade a versão dos oficiais, este afundamento apesar de retirar um pouco da magia japonesa sobre a obra deixara ainda a eficiência.