Essa garota com rosto bonito e jeito de quem não liga tanto assim para músculos tem confundido muita gente na internet. Com mais de 600 mil seguidores só no Instagram, Bakhar Nabieva, 22 anos, encorpa, a cada dia, ainda mais o número de fãs. Nascida no Azerbaijão, ela ficou conhecida por mostrar o corpão cheio de músculos. Não é um físico tão comum assim. Pelo contrário: ele impressiona muito.

Bakhar chega a causar espanto ao exibir pernas BEM saradas, braços moldados durante anos na academia e barriga chapadíssima.

Famosa nas redes sociais russas e até nas chinesas, sem contar matérias em sites japoneses e americanos, Bakhar posta fotos do corpo bombado e vídeos na academia diariamente, para felicidade dos fãs.

Ela é fã da brasileira Gracyanne Barbosa, que conheceu pela internet. “Tem um dos corpos mais bem desenhados que já vi”, elogia. “Queria ter aquelas curvas. Ela me inspira”.

As fotos, tiradas de todos os ângulos, sempre favorecem o físico invejável de Bakhar. As imagens deixam o fã-clube boquiabertos. “Isso aí é Photoshop”, crava muita gente e ela retruca e diz que “Não tem nada de manipulação nas imagens”.

“Parece deformada”, atestam outros. “Exagerada”, costumam dizer mais alguns seguidores. “Só porque minhas pernas são fortes? É apensa um outro padrão”, ela responde. A grande maioria dos fãs diz “Você é perfeita”. “Tem uma beleza impressionante”, afirmam.

Para assegurar a seus seguidores que tudo ali é realmente real ela dispara, “E não tem nada de bomba aqui”. “Tudo o que eu faço é treinar pesado mesmo”, garante.

“Faço muitas repetições (10 a 15 no máximo) em exercícios de agachamento e levantamento de peso com as pernas (leg press). Adoro minhas pernas, mas AMO mesmo as panturrilhas”, revela.

Quando questionada o por que dessa dedicação ao corpo ela explica o seguinte: “Fui uma adolescente com corpo muito magro. Sempre tive umas pernas muito fininhas o que me fazia ter vergonha do meu corpo. Me apelidavam dos nomes mais horrendos possíveis, como se eu fosse a mais magra do país”, ela não gosta nem de recordar.

Para se livrar do bullyng resolver malhar muito. “Fazia agachamentos todos os dias. Virou meio que uma obsessão pra mim. Quando percebi, já vi músculos aparecendo, as pernas estavam tonificadas”, lembra

“Ainda cheguei a competir em torneios de beleza fitness. Desses em que as garotas mostram o corpo só de biquíni. Perdi e não quis me inscrever em outros porque as exigências eram muito complicadas. Essas exigências incluíam, segundo ela, coisas muito difíceis de fazer, como dietas que não consigo, pois adoro comer besteira, como doces, chocolates, sorvetes”, explica.

Bakhar aproveita a fama para fazer ensaios sensuais para revistas europeias, americanas e asiáticas. Recebe dezenas de convites semanalmente para posar para publicações sobre fitness e revistas masculinas. “Só não faço nu. Não é meu estilo. Não saberia fazer, acho”.E não economiza nas poses bem sensuais.

Sobre os pedidos frequentes de casamento que recebe todos os dias, ela se diz lisonjeada. “Alguns são em português”.

Bakahr mostra fotos de amigos da academia e de competidores que ela nem conhece. Se bem que ela prefere exibir o dela, até os momentos em que vai tomar um bronze na praia. Sobre isso ela diz: “Mostro corpos dos quais eu admiro o físico”.

Dá pra ver que o empenho é mesmo grande. Veja o resultado