Anderson de Zé das Canas (PMDB) foi eleito no dia 02 de outubro de 2016 prefeito de Frei Paulo para a gestão 2017/2020. Ele teve 5.083 votos, o que corresponde a 50,26% dos votos válidos, contra 5.030 votos de Gabriel Oliveira (DEM), equivalente a 49,74%. Frei Paulo tem 11.811 eleitores aptos a votar. A abstenção foi de 1.149 (9,73%), brancos 123 (1,15%) e nulos 426 (4,00%).

Durante a campanha para a Prefeitura de Frei Paulo, o então candidato Anderson de Zé das Canas fez diversas promessas no seu programa de governo registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE). A seguir vocês poderão conferir cada proposta organizadas por tema e apresentadas aos leitores para que possam fazer o acompanhamento ao longo dos próximos 4 anos. O levantamento das propostas foi realizado pelo site “Expressão Sergipana”.

EDUCAÇÃO

  • Construir um processo pedagógico modelo, estabelecendo um padrão de excelência no ensino fundamental, baseado no ensino integral e na educação infantil;
  • Criação da escola cidadã: a escola deverá ser um instrumento de conhecimento prazeroso, onde serão desenvolvidas atividades que possam inserir o aluno num contexto global;
  • Participação efetiva dos pais na educação dos seus filhos;
  • Desenhar e desenvolver o PROEDI – Programa de Desenvolvimento de Educação Infantil
  • Implantação da rede municipal de educação de laboratórios, bibliotecas e salas de leitura;
  • Ampliar a conectividade nas escolas, como ferramenta para o acesso a recursos tecnológicos e de informação;
  • Integração com as secretarias de saúde nas áreas clínicas, oftalmológicas, odontológica e psicológica;
  • Implantar um sistema de ensino que proporciona oportunidade para que todos os jovens terminem o ensino fundamental na idade correta, prontos para ingressar no Ensino Médio;
  • Capacitar, instrumentalizar e motivar os professores da rede publica municipal de ensino, utilizando novas tecnologias;
  • Dialogar e incluir os sindicatos e órgãos de representação da classe no desenvolvimento e atualização periódica do Plano de Cargos e Salários;
  • Garantir que, pelo menos, 95% das crianças com 7 anos de idade ao final do ano de 2020 estejam alfabetizadas;
  • Reduzir para menos de 5% a taxa de analfabetismo funcional entre os alunos do 4º ao 6º ano em 2020;
  • Criação e desenvolvimento da Rede de Ensino Integral, tendo como meta pelo menos 45% dos alunos da rede municipal em tempo integral até 2020;
  • Ampliação da rede de ensino municipal com a criação de novas escolas já adequadas as novas rotinas propostas e reforma das já existentes;
  • Reforço escolar visando desenvolver o processo de qualificação e de atenção constante;
  • Programa de Apoio ao Estudante Universitário – PREUNI – O programa visa incentivar à formação de jovens em graduação acadêmica de sua preferência, oferecendo apoio em transporte,centro de estudos equipado, casa de apoio e bolsa educacional ou de extensão, sendo que sua contrapartida será o compromisso de desenvolver projetos que atendam a sociedade freipaulistana em suas necessidades educacionais, habitacionais, de emprego e renda, tecnológicas, saúde, financeira, cultural e práticas e ações sustentáveis;
  • Adesão a Recomendação Conjunta 001/2016 do Ministério Público do Estado de Sergipe e da Procuradoria Regional Eleitoral,que deliberam sobre políticas públicas e responsabilidades do gestor público com a educação;
  • Incentivo a programas e atividades que desenvolvam o perfil empreendedor, competitivo, educacional, esportivo e tecnológico dos estudantes;

SAÚDE

  • Implantar o Prontuário Eletrônico Ambulatorial;
  • Sistema de informação e controle de gestão de saúde -disponibilização das informações de forma remota com acompanhamento de indicadores;
  • Central de regulação para agendamento de exames, consultas e internações em todas as unidades;
  • Ampliar os investimentos para garantir a universalização do atendimento, permitindo o aumento da expectativa de vida da população;
  • Aperfeiçoar o atendimento em saúde preventiva, sobretudo no Programa Saúde da Família;
  • Recuperar e ampliar a infraestrutura da saúde, buscando parâmetros de equilíbrio entre oferta e demanda;
  • Descentralização de atendimento com a criação das SARES – Salas de Atendimento Regional, que irão oferecer atendimento básico de saúde ao cidadão na região onde mora;
  • Integração da saúde municipal PNPMF – Política Nacional de Plantas Medicinais utilizando o conhecimento, aliado a estudos acadêmicos e ao projeto desenvolvido pelo Ministério da Saúde de uso de plantas medicinais no tratamento e prevenção de saúde;
  • Implantar o programa de valorização e incentivo do profissional de saúde, oferecendo-lhes melhores condições de trabalho e melhores salários;
  • Implantação de 4 Unidades de Pronto Atendimento;
  • Monitorar e avaliar sistematicamente os  indicadores do sistema de saúde;
  • Aumentar sistematicamente a cobertura do saneamento básico, através de obras e programas de esclarecimento junto a população;
  • Ampliar e monitorar os processos de regulação de leitos em qualquer esfera, com um sistema integrado e humanizado através da implantação do Sistema de Acolhimento e Classificação de Risco;
  • Reduzir até 2020, em pelo menos 30%, o tempo de espera nas emergências hospitalares;
  • Criar políticas públicas integradas para lidar com o uso abusivo de drogas;
  • Apoiar programas e projetos inovadores desenvolvidos em parceria com centros de pesquisa e desenvolvimento nacionais e internacionais nas diferentes áreas da saúde pública;
  • Criação do SAD – Serviço de Atendimento Domiciliar, com equipe composta por profissionais das áreas de um clinico geral, enfermagem, fisioterapia e assistência social;
  • Aquisição de 4 novas ambulâncias;
  • Implantar o Programa Mais Saúde – voltado para a terceira idade;
  • Criação da academia da terceira idade e de monitoramento preventivo.

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

  • Compatibilizar o crescimento econômico com a conservação do meio ambiente;
  • Universalização do saneamento básico, envolvendo o esgotamento sanitário, drenagem e pavimentação;
  • Implantar o ProVerde – Programa de Gestão Ambiental – através da profissionalização e do monitoramento e avaliação das políticas ambientais;
  • Implantar um sistema de coleta seletiva de lixo;
  • Implantar uma política de reuso de águas;
  • Implementar um programa de reaproveitamento energético dos resíduos sólidos;
  • Desenvolver mecanismos de gestão para fomentara transição para uma economia sustentável;
  • Aumentar as áreas verdes, com a participação ativa do poder público e da sociedade.

MORADIA E REQUALIFICAÇÃO URBANA

  • Coibir novas ocupações ilegais e a expansão horizontal e vertical das comunidades estabelecidas, a partir do uso efetivo de ecolimites e de um monitoramento fotográfico constante;
  • Promover a plena integração das áreas assentadas à malha de serviços públicos e ao cotidiano da cidade como um todo;
  • Promover a requalificação urbana dos bairros;
  • Implantar em parceria com outras esferas de governo e o setor privado, infraestrutura urbana em comunidades carentes através de construção de equipamentos e serviços urbanos como praças, água, tratamento de esgoto, drenagem, iluminação pública, coleta de lixo, contenção e pavimentação.

SEGURANÇA, ORDEM PÚBLICA E CONSERVAÇÃO

  • Implantação da guarda municipal;
  • Criação do Centro de Operações e Monitoramento (COPEM) com o objetivo de monitorar e otimizar o funcionamento da cidade;
  • Maior foco e investimentos dedicados a conservação da cidade, com a criação da Diretoria de Conservação e Serviços Públicos ligada à Secretaria de Infraestrutura e Planejamento;
  • Instalação de câmeras de monitoramento em toda a cidade e nos locais de maior incidência de ocorrências;
  • Conservação das vias públicas e adaptação e instalação de mecanismos que ofereçam condições de melhor acessibilidade;
  • Interligação entre os órgãos municipais para o desenvolvimento de políticas de conservação, manutenção e recuperação de equipamentos públicos;
  • Conscientização da população através da promoção de campanhas educativas para a limpeza e ordem pública;
  • Modernizar a iluminação pública;
  • Criação de normas de trânsito e limites de estacionamento;
  • Conservação do patrimônio cultural construído.

JUVENTUDE

  • Implantação de cursos profissionalizantes com o apoio do Sistema S (SESI, SENAI, SESC, SEBRAE);
  • Desenvolvimento de políticas voltadas exclusivamente para incentivo a cultura, esporte e lazer;
  • Campanhas de conscientização dos malefícios do uso de drogas e entorpecentes;
  • Criação do Centro Olímpico – destinado a prática de esportes regulares;
  • Incentivo as empresas que proporcionem o Programa Primeiro Emprego, através de isenções fiscais e/ou outros benefícios;
  • Incentivo à formação acadêmica através da criação do Programa Universidade Cidadã, onde o jovem terá direito a frequentar curso pré-vestibular;
  • Criar o Espaço da Juventude – uma arena que contempla locais para apresentações artísticas diversas, práticas de esportes radicais e espaços de leitura, jogos de mesa e meditação.

CULTURA

  • Resgatar a festa do vaqueiro;
  • Reestruturação da União Lira Paulistano com incentivo ao seu desenvolvimento e apoio estrutural;
  • Promoção e apoio incondicional à festa de São Paulo;
  • Criação do festival de inverno de Frei Paulo;
  • Incentivo as festas tradicionais como a Junina e a de Natal;
  • Criação da semana de arte e cultura;
  • Projeto Alma Viva – valorização, recuperação e aproveitamento das praças do município com a realização de eventos culturais e esportivos;
  • Projeto Cinema na Praça – projeção de filmes educativos e de mensagens que formem a consciência cidadã;
  • Criação do calendário municipais de atividades artísticas e culturais.

ESPORTE

  • Condições especiais para o incentivo e desenvolvimento da prática esportiva;
  • Oferecer equipamentos públicos para a prática do esporte por toda a população com acompanhamento técnico profissional em aulas públicas nas modalidades de ginástica, musculação, corrida entre outros.

INCLUSÃO SOCIAL E REDUÇÃO DA POBREZA

  • Implantar programa de planejamento familiar abordando diversos temas;
  • Desenvolvimento de um programa de prevenção ao uso de drogas;
  • Fortalecimentos dos conselhos de assistência social e dos direitos das crianças e adolescentes e do CRAS;
  • Criação do conselho municipal antidroga;
  • Aperfeiçoar os programas de atenção aos idosos e portadores de necessidades especiais;
  • Desenvolver programas de proteção aos direitos das mulheres;
  • Desenvolver programas de reaproveitamento de alimentos;
  • Manter e ampliar programas de inclusão e assistência social.

GESTÃO, TRANSPARÊNCIA E FINANÇAS PÚBLICAS

  • Implantação da Central de Atendimento ao Cidadão;
  • Implantação da Nota Fiscal Eletrônica;
  • Gestão por desempenho buscando completar o desenvolvimento do Plano Estratégico de Projetos e Acordo de Resultados;
  • Maior integração entre as esferas de governo e o setor privado (PPP’s);
  • Garantia de transparência nas contratações, eficácia e eficiência na gestão das finanças públicas;
  • Aumentar a robustez, confiabilidade e eficiência da tecnologia da informação e comunicação da prefeitura;
  • Dotar a prefeitura de uma organização com gente de excelência;
  • Rotinas de auditoria nas gestões públicas;
  • Criação da Agência Municipal de Desenvolvimento;
  • Incentivar as compras e tomadas de preço da prefeitura, preferencialmente, no próprio município com a finalidade o cenário econômico local;
  • Reconhecimento e valorização do funcionário público.

AGROPECUÁRIA

  • Prestar orientação técnica e viabilizar aos produtores rurais condições de acesso à insumos e viabilidade para acesso ao crédito através de programas municipais, estaduais e federais;
  • Implantação de canais de comercialização adequados aos produtores rurais;
  • Incentivos às atividades de pesquisas e fomento à diversificação das culturas agrícolas e pecuárias;
  • Implantação de patrulhas agrícolas mecanizadas para prestação de serviços;
  • Disponibilizar terras para o homem do campo plantar, planos de arrendamento de terras e direcionadas a micro e pequenos produtores rurais;
  • Incentivo a formação de técnicos em agropecuária e cursos livres de técnicas agrícolas em parceria com Instituto Federal, Emdagro, Embrapa entre outras;
  • Viabilizar a aquisição de terras pelo crédito fundiário;