Quem é fã do Rock ou mais especificamente do Hard Rock, um das muitas vertentes desse Gênero Musical já ouviu alguma música que seja do grupo Guns N`Roses. GN`R é uma das mais famosas bandas desse estilo de Rock dona de um acervo musical incrível que faz muitos fãs delirarem até os dias de hoje com a antiga formação quase que reunida por completo.

Uma entre todas as musica do Guns se destaca pelo apelo humanitário com o foi criada intencionalmente, mas principalmente pela introdução que traz um discurso falado que acontece enquanto o Slash faz a introdução da Guitarra no inicio da musica e o Axl Rose faz aquele trecho assoviando. Em outro momento, já no Rif final de guitarra outro discurso é apresentado, mas não se destaca tanto quanto o inicial, com tudo isso, você sabe de onde vem aquele discurso?

A musica em questão é “Civil War”, escrita por Axl Rose Slash, Duff McKagan originalmente gravada para Nobody’s Child, um disco para arrecadar fundos para crianças órfãs da Romênia, e depois incluída no álbum Use “Your Illusion II”. É uma canção-protesto contra guerras, dizendo que “guerras civis apenas enterram os pobres enquanto alimentam os ricos”.

As frases famosas no inicio da música é um discurso do filme Cool Hand Luke, uma espécie de Faroeste. No treco do filme que pode ser conferido no vídeo abaixo, um coronel da época após desferir um violento golpe em um homem que cai pronuncia o discurso a seguir.

(Original em Inglês) “What we’ve got here is failure to communicate

Some men you just can’t reach

So you get what we had here last week

Which is the way he wants it, well, he gets it

I don’t like it any more than you men”

Civil War

“What we’ve got here is failure to communicate
Some men you just can’t reach
So you get what we had here last week
Which is the way he wants it, well, he gets it
I don’t like it any more than you men”

Look at your young men fighting
Look at your women crying
Look at your young men dying
The way they’ve always done before

Look at the hate we’re breeding
Look at the fear we’re feeding
Look at the lives we’re leading
The way we’ve always done before

My hands are tied
The billions shift from side to side
And the wars go on with brainwashed pride
For the love of God and our human rights

And all these things are swept aside
By bloody hands time can’t deny
And are washed away by your genocide
And history hides the lies of our civil wars

Did you wear a black armband
When they shot the man
Who said, peace could last forever
And in my first memories
They shot Kennedy
I went numb when I learned to see

So I never fell for Vietnam
We got the wall of D.C. to remind us all
That you can’t trust freedom
When it’s not in your hands
When everybody’s fighting
For their promised land

And I don’t need your civil war
It feeds the rich while it buries the poor
You’re power hungry selling soldiers
In a human grocery store, ain’t that fresh
I don’t need your civil war

Look at the shoes you’re filling
Look at the blood we’re spilling
Look at the world we’re killing
The way we’ve always done before

Look in the doubt we’ve wallowed
Look at the leaders we’ve followed
Look at the lies we’ve swallowed
And I don’t want to hear no more

My hands are tied
For all I’ve seen has changed my mind
But still the wars go on as the years go by
With no love of God or human rights

Cause all these dreams are swept aside
By bloody hands of the hypnotized
Who carry the cross of homicide
And history bears the scars of our civil wars

“We practice selective annihilation
Of mayors and government officials
For example to create a vacuum then we fill that vacuum
As popular war advances, peace is closer”

I don’t need your civil war
It feeds the rich while it buries the poor
You’re power hungry selling soldiers
In a human grocery store, ain’t that fresh
And I don’t need your civil war

I don’t need your civil war
I don’t need your civil war
I don’t need your civil war
You’re power hungry selling soldiers
In a human grocery store, ain’t that fresh
I don’t need your civil war

I don’t need one more war
I don’t need one more war

What’s so civil about war, anyway?

 

 

 


“O que temos aqui é falha na comunicação.
Alguns homens você simplesmente não pode alcançar
Então você tem o que tivemos aqui semana passada
Que é a maneira como ele quer, bem, ele consegue!
E eu não gosto disso tanto quanto vocês homens.”

Guerra Civil

Veja seus jovens lutando
Veja suas mulheres chorando
Veja seus jovens morrendo
Da maneira que sempre fizemos antes

Veja o ódio que estamos criando
Veja o medo que estamos alimentando
Veja as vidas que estamos perdendo
Da maneira que sempre fizemos antes

Minhas mãos estão amarradas
Os bilhões passam de um lado para outro
E a guerra continua com orgulho de mentes lavadas
Pelo amor de Deus e por nossos direitos humanos

E todas essas coisas são deixadas de lado
Por mãos sangrentas que o tempo não pode perdoar
E que são lavadas pelo seu genocídio
E a história esconde as mentiras de nossas guerras civis

Você vestiu uma braçadeira preta
Quando atiraram no homem
Que disse “A paz pode durar para sempre”
E nas minhas primeiras memórias
Eles atiraram em Kennedy
Eu fiquei anestesiado quando aprendi a ver

Então eu nunca senti pelo Vietnã
Temos as paredes de Washington para nos lembrar
Que você não pode acreditar na liberdade
Quando não está em suas mãos
Quando todo mundo está lutando
Por sua terra prometida

E eu não preciso de sua guerra civil
Ela alimenta os ricos enquanto enterra os pobres
Sua fome de poder vendendo soldados
Em um mercado humano, não é uma graça?
Eu não preciso de sua guerra civil

Olhe os sapatos que você calça
Veja o sangue que fazemos jorrar
Veja o mundo que estamos matando
Da maneira que sempre fizemos antes

Veja a dúvida que temos engolido
Veja os líderes que temos seguido
Veja as mentiras que temos engolido
E eu não quero mais ouvir nada

Minhas mãos estão amarradas
Por tudo que vi mudei minha maneira de pensar
Mas a guerra continua à medida que os anos passam
Sem amor à Deus ou direitos humanos

Porque todos estes sonhos são deixados de lado
Por mãos sangrentas dos hipnotizados
Que carregam a cruz do homicídio
E a história carrega as cicatrizes de nossas guerras civis

“Nós fazemos aniquilação seletiva de
Prefeitos e oficiais de governo
Por exemplo, para criar um vazio depois preenchemos o vazio
Enquanto a guerra popular segue, a paz está próxima”

E eu não preciso de sua guerra civil
Ela alimenta os ricos enquanto enterra os pobres
Sua fome de poder vendendo soldados
Em um mercado humano, não é uma graça?
Eu não preciso de sua guerra civil

Eu não preciso de sua guerra civil
Eu não preciso de sua guerra civil
Eu não preciso de sua guerra civil
Sua fome de poder vendendo soldados
Em um mercado humano, não é uma graça?
Eu não preciso de sua guerra civil

Eu não preciso de mais uma guerra
Eu não preciso de mais uma guerra

É tão civil mas guerra de qualquer jeito?