O Sinesp Cidadão é um aplicativo módulo do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública. Através do Sinesp (Lei 12.681/2012), o usuário tem acesso direto pelo aos serviços da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça.

Uma das funcionalidades mais utilizadas é a Consulta Veicular, que  permite ao cidadão consultar a situação de roubo ou furto de qualquer veículo do Brasil. As informações são consultadas diretamente no banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN), conforme parceria entre este órgão e o Ministério da Justiça.

A questão é que, em muitos casos há uma lentidão enorme entre os boletins de Ocorrência (B.O) prestado e o lançamento das informações no sistema que possibilitem a busca por parte do interessado (vitima) que muitas vezes conta com isso para garantir a ajuda deterceiros – além da policia – para encontra o carro que deveria aparecer com as devidas restrições, mas não aparece.

SAIBA MAIS: MORADOR DE UMBAÚBA CAI EM GOLPE E TEM CARRO ROUBADO

Em Umbaúba por exemplo, um veículo foi furtado após o proprietário passar por um golpe aplicado através de uma simulação de teste e compra do veiculo. Familiares do proprietário informaram a nossa redação que mesmo depois de mais de 24h após ser prestado o B.O, as informações sobre o roubo do veiculo ainda não consta no sistema o que dificulta a ajuda por parte de populares que é sempre muito bem vinda.

sinesp-denatran“Esse veículo foi furtado Quarta-feira por volta das 14:00 horas, no município de UMBAÚBA à 105 Km da capital ARACAJU. Após o furto foi feito imediatamente o Boletim de Ocorrência, e até agora não consta no sistema do Sinesp Cidadão que o veículo foi furtado, como mostra a imagem ao lado. O ladrão ainda transita tranquilamente com o veículo, ou seja, a situação do veículo não consta como roubo, a situação do veículo ainda está legal como se não ocorreu nenhum roubo e a essas alturas o ladrão já deve está chegando em outro estado como SP”, Disse o parente da vítima em tom de revolta pela lentidão.

No site do aplicativo, o Sinesp Cidadão,  informa que não se responsabiliza pelas informações contidas nos resultados das consultas. As informações contidas na base de dados do DENATRAN são atualizadas pelos Departamentos de Trânsito Estaduais (DETRAN). Assim, poderá ocorrer divergência dos dados referente à característica de cor. O texto informa também que, em caso de dúvidas sobre a restrição de um veículo roubado, os interessados devem procurar a unidade de polícia em que foi confeccionado o boletim de ocorrência.