As tão esperadas “Chuvas de Inverno” que no agreste e sertão sergipano chegam geralmente no inicio de maio começam a parecer – mesmo que atrasadas – com mais intensidade trazendo assim a esperança dos agricultores de um farta colheita neste 2016.

Segundo informações da Sala de Situação de Tempo e Clima da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), a previsão é que as chuvas que estão sobre o estado de Sergipe como um todo, mas com diferentes intensidades a depender da região, continue durante a semana. Até a terça-feira, 24, o tempo estará sob a influência do sistema de ondas leste, que se caracteriza pela ocorrência de chuvas continuadas em todo o território. Esse sistema é o mesmo que atinge a região Nordeste da Bahia e os Estados de Sergipe e Alagoas.

De acordo com o meteorologista Overland Amaral, a partir da terça-feira, o sistema de ondas leste se integrará com os sistemas de frente, que já atuam no Leste e Sul da Bahia. “A chegada desses sistemas marca o início da ocorrência de instabilidade e das chuvas, que se prolongarão nos próximos meses”, destaca.

Até o último domingo, 22, o litoral sergipano tinha um acumulado de 60 mm. Com a chuva das últimas 24 horas, o índice aumentou para 70 mm. No agreste, o índice passou de 50 mm para 60 mm e no Sertão o índice passou de 10 mm para 50 mm.

 

Previsão de Nebulosidade e chuvas sobre o Nordeste nos dias 23, 24 e 25 (Cptec/Inpe/ClickTempo)
Previsão de Nebulosidade e chuvas sobre o Nordeste nos dias 23, 24 e 25 (Cptec/Inpe/ClickTempo)