As chuvas, tão esperadas por todos, mas principalmente pelo homem do campo que aguarda ansioso o período de plantio, parece ter chegado a algumas regiões do estado. Em alguns destes municípios a chuva ainda chegou de forma tímida, mas já alegrou a quem esperava por ela. Já em outros, a pancada de chuva ainda com cara de tempestade de verão chegou com mais força e levou consigo raios, trovões e até granizo ao sertão sergipano.

No município de Carira, município mais alto do estado, no semiárido sergipano, a chuva levou esperança e preocupação ao mesmo tempo. A formação com inicio no final de tarde por volta das 16h40min e durou apenas 20 minutos, mas foi tempo suficiente para assustar os moradores com algumas inundações em residências fazendo com que uma casa desabasse e a queda de granizo em determinadas localidades do município, mostrou o poder da natureza. Foram registrados ainda fortes trovões, raios e ventos fortes.

Na região centro Sul de Sergipe, o município de Tobias Barreto foi o mais afetado com as chuvas. A queda de um raio durante a forte chuva matou 04 cabeças de gado em uma propriedade rural, localizada no povoado Água Boa, interior de Tobias Barreto. O incidente ocorreu na tarde desta quarta-feira (29), e causou um prejuízo estimado da ordem de R$ 10 mil.

“Os animais estavam no pasto, próximo da cerca de arame, quando foram atingidos e tiveram morte instantânea”, disse seu Celino, pequeno criador proprietário dos animais mortos.

As chuvas também atingiram os municípios de Poço Verde, Simão Dias, Lagarto, Canindé e Pinhão. Em municípios como Frei Paulo e Nossa Senhora da Glória porém, as nuvens carregadas levaram muitos raios, trovões e ventania aos municípios, mas se dissiparam sem deixar cair a chuva. O Núcleo Integral da Defesa Civil de Aracaju está em alerta para a possibilidade de chuvas na cidade, previstas para ocorrer nesta quinta-feira (30).

Há a possibilidade que estes municípios afetados pelas primeiras chuvas possam receber mais tempestades durante todo o final de semana, segundo o centro de meteorologia do estado. Os municípios que não receberam as primeiras chuvas também estão sujeitos às próximas levas de água esperadas para os próximos dias.