Movimentos Sociais e sindicatos representantes da Frente Brasil Popular realizam na tarde desta sexta-feira (18) no centro de Aracaju ato em defesa da democracia e em a presidente Dilma Rousseff (PT) e ao ex-presidente Lula. No ato foi realizado também pelos direitos dos trabalhadores e contra o golpe, que segundo eles está sendo instalado contra a democracia brasileira.

Os manifestantes se concentram na Praça General Valadão no Centro de Aracaju, por volta das 15h e iniciaram uma caminhada pelos Bairros Santo Antônio, 18 do Forte e Cidade Nova onde a manifestação foi encerrada na porta da TV Sergipe, afiliada da Rede Globo, acusada por eles de semear o golpismo. O ato fez parte das mobilizações nacionais que aconteceram por todo o país para o fortalecimento da democracia e o apoio ao governo da presidente Dilma Rousseff.

De acordo com o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Rubens Marques de Souza, a expectativa o ato reuniu cerca de 20 mil pessoas.

“Isso demonstra aos que querem dar o golpe que o povo está atento. Vamos defender o estado democrático de direito. Os movimentos sociais e democráticos estão aqui unidos”, explicou.

Segundo ele, este é o não é o momento de tentar derrubar um governante que foi eleito de forma justa pelo povo brasileiro para representa-los nos momentos fáceis e difíceis como o país esta passando devido a crise politica. “Se querem derrubar a presidente esperem as próximas eleições. É o momento de passar o Brasil a limpo”, completou.

A Polícia Militar de Sergipe acompanhou a manifestação, mas não apresentou números do protesto.