As prefeituras sergipanas estão cheias de renovações em seus governos com a vitória de vários candidatos novos na eleição passada de 02 de outubro. Desde então, as especulações em tornos de quem assumira qual pasta dentro das novas gestões são muitas e aparecem a todo o momento na internet em sites e em redes sociais. Há, porém que se ter certo resguardo com as informações recebidas que em muitos casos não passam de boatos que constrangem os personagens políticos bem como quem os divulga.

Um desses casos acontece recentemente no município de Frei Paulo (SE) que teve como vitorioso com 5.083 votos no ultimo pleito o candidato Anderson de Zé das Canas. Empresário com negócios e residência em Frei Paulo (SE), o itabaianense, Anderson terá que logo em breve sair em busca de nomes de peso (no que se refere a competência) para auxiliar na administração municipal a partir de janeiro de 2017.

Essa busca porém, vem sendo antecipadamente anunciada para nomes que supostamente devem assumir algumas secretarias como é o caso do nome de Bruno Oliveira, itabaianense de 34 anos, que supostamente seria o escolhido pelo prefeito eleito para compor sua equipe. O nome deste foi anunciado em matéria do Portal Itnet, site jornalístico de Itabaiana que afirma ter fontes extraoficiais, mas confiáveis e exclusivas.

Nem é preciso citar que todas essa especulação gerou uma imensa confusão principalmente pelo fato de que, em suas campanhas Anderson sempre disse que não levaria ninguém de sua terra natal para trabalhar no alto escalão da administração de Frei Paulo.

O repórter R. Lima do Portal Alarde entrou em contato com a assessoria do Prefeito eleito Anderson que afirmou ser inverídica a informação veiculada. Segundo a assessoria, Anderson etária em viagem nesta semana, mas já foi notificado sobre a matéria e negou a informação.

“Posso lhe afirmar que não teremos nenhum secretário que não resida aqui, podemos sim ter secretários com naturalidade itabaianense devido muitos freipaulistanos terem nascido lá a exemplo de mim. Anderson sempre frisou em sua campanha que temos um leque de pessoas competentes em nosso município e que ninguém de outro município irá ser secretário,  como também nenhum irmão ou irmã dele serão  funcionários da prefeitura”, infirmou sua assessoria.

A matéria afirma ainda que o próprio Bruno confirmou ter recebido o convite, se disse lisonjeado e informou que, mesmo seno um área nova para ele já se dispôs a aceitar. “Já houve sim um contato inicial, informal, e estamos articulando uma reunião para maiores discussões a proposta. Estou lisonjeado pela lembrança e reconhecimento. Se fecharmos com o prefeito eleito, e posso dizer que de minha parte há 90% de chance, será a primeira vez que ingressarei na área da atenção primária, e terei como grande desafio buscar novos financiamentos para a saúde, tendo em vista a crise financeira pela qual os municípios brasileiros têm passado ao longo dos últimos meses”, disse.

Questionamos também se já existem nomes escolhidos e pré-anunciados para as várias pastas do município. O assessor afirmou ainda que o prefeito eleito só divulgará possíveis nomes na data de sua posse e que estas escolhas ficarão para um momento futuro.

“Afirmo que ele não será o secretário até porque Anderson estaria se contradizendo. Todo o secretariado será somente anunciado na posse e ninguém foi convidado ainda para nada até agora apenas boatos”, concluiu.

Educação

Outra pasta citada já com nome definido foi a educação que, segundo a matéria teria a sua frente o competente professor e agora vereador eleito com 648 votos, Antônio Fernandes Andrade Júnior, 34 anos que negou a ocorrência de qualquer proposta feita a ele.

“Não existiu convite. Eu tenho que honrar os 648 votos que a população me deu e não há possibilidade nenhuma de assumir a pasta da educação ou qualquer outra. O meu lugar é na Câmara de vereadores e é lá que estarei até quando Deus me permitir”, garantiu.