Permanece custodiado na Delegacia de Lagarto, o homem suspeito de ter invadido e destruído imagens sacras da Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade na noite do último sábado, 6.

Segundo informações passadas pelo delegado de Lagarto, Tarcísio Tenório, o suspeito foi ouvido no último domingo, 7, onde permanece detido. “Ele alegou que era depressivo, mas como não apresentou nenhum laudo comprovando, tivemos que autua-lo. Devido as condições dele, a fiança foi arbitrada em um salário mínimo pelo judiciário, mas que ainda não foi paga”, conta o delegado.

De acordo com o delegado, o homem vai responder por dano qualificado porque as imagens eram sacras, algumas com mais de 100 anos, e pelo artigo 208 do Código Penal [impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso].

O caso                                             

Informações passadas pelo delegado dão conta de que o fato aconteceu na noite do último sábado, (6), após o encerramento de uma missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade. “Ele entrou na igreja durante a missa e após a saída dos fiéis, ele tirou a roupa e tentou quebrar a imagem de Nossa Senhora da Piedade, mas como não conseguiu, foi até outras imagens e objetos. Nesta hora, a Guarda Municipal deu voz de comando e o conduziu até a delegacia”, informa Tarcísio Tenório.