Nos últimos dias a divulgação das ações fatais de um Jogo baseado em 50 desafios e disseminado pela internet vem tirando o sossego das pessoas que tiveram filhos. O motivo é logico e plausível, pois o desafio acaba com o jogador, que neste caso são em sua imensa maioria adolescentes tirando a própria vida para vencer.

Assim é o jogo “Baleia Azul”, nome imponente alusivo a um animal de imponente beleza e docilidade e que de alguns dias para cá vem se tornando inimigo eterno de muita gente que nem o conhece, mas já o odeia e tudo por falta de conhecer a si próprio, suas falhas como pai e mãe que proporciona o isolamento, combustível para o vil jogo animalesco e o triste fim do vencedor.

Matar a Baleia azul (pelo menos a do jogo e somente ela espero) tem se tornado desde agora a pouco, mas com a gana de como se sempre assim fora, o desejo de cada pai e mãe. Lamento informa-lhes porem senhores pais que isso de nada adiantará.

Se acabarmos com a Baleia Azul, pode vir o “Elefante Roxo”, o “Tigre Branco”, o “Pica-Pau Rosa” e outros tantos bichos. O que de fato está faltando é a amplificação de sua cor, como chefe e responsável pelas suas famílias.

Não estaríamos nós demasiadamente distraídos, ocupado com o mundo esquecido de nós mesmos e daqueles que dependem da nossa proteção e amizade? Como contraponto, não estaríamos buscando culpados o tempo todo para as causas que nós deveríamos ter resolvido?

Estamos com pais “cinzas”, sem vida, sem ação, sem amizade, sem a autoridade de pai , sem carinho de mãe para com os filhos, sem tempo. Os pais não tem dado o carinho real, o abraço acolhedor, não tem tempo para brincar com os filhos, rolar no chão, sujar a roupa com eles.

É preciso que você se conscientize de que ninguém substituirá você na vida de seus filhos e que, quando você não estiver lá, seu filho buscará preencher sua ausência com qualquer bicho de 07 cabeças ou até mesmo sem cabeça alguma.

A aparição publica desse jogo serviu para mostra onde nó humanos pais falhamos, deixamos uma necessidade de carinho, companheirismo, respeito mútuo, educação familiar. Deixamos um vazio tão grande que precisou ser preenchido com a Baleia Azul.

Aproveitem a desgraça dá baleia azul para alcançar a graça de acordar para o cuidado com seus filhos.

Se você não tiver tempo para seus filhos, os bichos do mundo terão.